URGENTE
Saiba como doar qualquer valor para o PIX oficial do Rio Grande do Sul

"Arquivo Morto" vai ganhar reboot após 15 anos

Série original teve sete temporadas nos anos 2000 e acompanhava a investigação criminal de casos abandonados

13 abr 2024 - 18h17
Foto: Divulgação/CBS / Pipoca Moderna

Após trazer de volta "CSI: Investigação Criminal" como "CSI: Vegas", a rede americana CBS vai tentar reviver outra série policial dos anos 2000, produzida por Jerry Bruckheimer. A rede está em negociações com a Warner Bros. TV para produzir um reboot de "Arquivo Morto" (Cold Case), que foi ao ar na CBS por sete temporadas entre 2003 e 2010. A iniciativa vem da criadora e produtora executiva da série original, Meredith Stiehm.

Publicidade

Elenco original e reboot

A série original acompanhava a Detetive Lilly Rush (Kathryn Morris), especialista em casos arquivados do Departamento de Polícia da Filadélfia, que trabalhou com o Detetive Scotty Valens (Danny Pino) durante a maior parte da série.

Situado 15 anos após o episódio final exibido em 2010, o reboot seguirá uma nova equipe de detetives obstinados, que investigam casos arquivados pelo sudoeste dos EUA. Trata-se de uma mudança de cenário em relação à série original, que se passava na Filadélfia. A nova locação permitirá a apresentação de um novo grupo de personagens enquanto eles lidam com casos de homicídios não resolvidos.

Nenhum ator está confirmado no reboot, embora fontes indiquem que Pino tenha conversado informalmente sobre a possibilidade de reprisar seu personagem. Kathryn Morris não foi contatada sobre o reboot, mas está ciente dele e poderia potencialmente aparecer de forma limitada para dar continuidade à história original, já que liderou a série por sete temporadas.

Publicidade

O elenco principal de "Arquivo Morto" também incluía John Finn, Jeremy Ratchford, Thom Barry e Tracie Thoms.

Equipe criativa e negociações

A criadora Meredith Stiehm está escrevendo o roteiro da nova atração. Ela será produtora executiva ao lado de Jerry Bruckheimer e KristieAnne Reed para a WBTV e CBS Studios. As negociações entre a CBS e a WBTV estão acontecendo há semanas, mas, segundo o site americano Deadline, os dois lados ainda não finalizaram um acordo.

Antes de prosseguir com as discussões de elenco, a WBTV precisa fechar um acordo com a CBS, o que, segundo o Deadline, tem sido um desafio. Os pontos de discórdia incluem, supostamente, um pedido da rede por direitos de streaming.

A rede não tem pressa, pois já definiu sua programação para a temporada de outono (o período do final de 2024 ao começo de 2025) com três novas séries dramáticas: o remake de "Matlock", O spinoff/prólogo "NCIS: Origins" e "Watson", focada no assistente de Sherlock Holmes após a morte do detetive. Além disso, a série dramática "Fire Country", também produzida por Bruckheimer, pode ganhar um potencial spinoff centrado na xerife vivida pela brasileira Morena Baccarin, personagem introduzida no episódio que foi ao ar na noite de sexta (12/4) nos Estados Unidos.

Pipoca Moderna
Curtiu? Fique por dentro das principais notícias através do nosso ZAP
Inscreva-se