NASA pode integrar equipe de buscas do Monstro do Lago Ness

Em carta pública, equipe de buscas do Monstro do Lago Ness pede auxílio da NASA para rastrear toda a região subaquática e encontrar a criatura lendária

15 abr 2024 - 20h15
(atualizado em 16/4/2024 às 10h32)

Já pensou que a NASA pudesse se engajar na busca pelo mitológico Monstro do Lago Ness, na Escócia? Se depender da vontade dos membros do Loch Ness Centre (LNE), a equipe da agência norte-americana responsável pela exploração espacial deve se aventurar nesta missão em solo terrestre.

Foto: Herbert Frank/CC-BY-2.0 / Canaltech

Na última quarta-feira (11), a organização que coordena as buscas pelo Monstro do Lago Ness divulgou uma carta aberta. No documento, o LNE pede ajuda de cientistas para finalmente localizar a criatura no lago escocês, no aniversário de 90 anos da primeira expedição de observação organizada para checar os relatos — a data será celebrada no dia 30 de junho.

Publicidade

Organização pede ajuda da NASA

"Estamos pedindo a ajuda de especialistas. Isso inclui cientistas e universidades, bem como pioneiros da exploração [espacial] da NASA, para fornecer equipamentos e experiência na pesquisa", afirma a carta, publicada pela organização escocesa.

"Com novos equipamentos de especialistas, esperamos que a ciência possa ajudar a desvendar os mistérios do lago e os avistamentos inexplicáveis desde que a lenda de Nessie começou, há 90 anos", acrescenta o texto do LNE.

Busca pelo Monstro do Lago Ness

Para encontrar o Monstro do Lago Ness, formou-se um grupo conhecido como os "Vigilantes do monstro", liderado inicialmente por Edward Mountain. Desde então, mais de 1,1 mil avistamentos "oficiais" foram registrados.

Hoje, as formas de monitoramento são mais sofisticadas e vão além de fotos e relatos orais. Câmeras captam diferentes pontos e ângulos do lago, 24 horas por dia, em tempo real. Também há um hidrofone que rastreia sons suspeitos dentro da água. Além disso, drones submarinos já foram usados.

Publicidade
Equipe de buscas do Monstro do Lago Ness pede ajuda para a NASA (Imagem: Ramon Vloon/Unsplash)
Foto: Canaltech

Os entusiastas podem auxiliar na análise dessas imagens ao vivo, notificando possíveis avistamentos, de forma remota. No entanto, faltam especialistas e cientistas, direto da academia ou mesmo da NASA, empenhados nessa missão, segundo o LNE. 

"Esperamos que os especialistas da Nasa possam ter alguma tecnologia avançada de imagem para escanear o lago", sugere Paul Nixon, membro do LNE, para o jornal The Independent. Outras formas de contribuição também são bem-vindas, pontua Nixon.

Apesar do empenho da comunidade e dos entusiastas, até hoje, não foram identificadas evidências sólidas de que um monstro habite o lago. Há diferentes hipóteses que justificariam os avistamentos, como a ideia de que a criatura fosse uma enguia gigante.

Fonte: Loch Ness Centre e The Independent    

Trending no Canaltech:

Publicidade
É fã de ciência e tecnologia? Acompanhe as notícias do Byte!
Ativar notificações