Mi Band 8 x 8 Pro x 8 Active: qual é a melhor smart band?

As três Mi Band 8 da Xiaomi são bem diferentes: a Band 8 é versátil; a Active é a mais básica; e a Pro é a melhor. Descubra suas diferenças e qual comprar

17 mai 2024 - 23h12
(atualizado em 18/5/2024 às 02h42)

Qual é a melhor Mi Band 8 para comprar em 2024? A Xiaomi lançou três modelos este ano: Mi Band 8, Band 8 Active e Band 8 Pro, e nós testamos todas para responder a essa pergunta nos próximos parágrafos!

Foto: Ivo Meneghel Jr./Canaltech / Canaltech

Construção e design

  • Band 8: 48 x 22,5 x 10,99 mm, 27 g;
  • Band 8 Active: 42,81 x 25,42 x 9.99 mm, 14,9 g;
  • Band 8 Pro: 46 x 33,35 x 9,99 mm, +/- 22,5 g.

A Mi Band 8 padrão é o modelo mais compacto e versátil dos três. Seu formato permanece de pílula, assim como as gerações anteriores, enquanto as Active e Pro chegam com corpo retangular.

Publicidade
Band 8 Active x Band 8 Pro x Band 8 (Imagem: Ivo Meneghel Jr./Canaltech)
Foto: Canaltech

Somente a Band 8, aliás, pode ser usada no pescoço, como colar, ou preso no tênis, sendo menos intrusiva ao praticar esportes. Vale mencionar, no entanto, que essas formas de utilização comprometem o monitoramento corporal, já que não acontece o contato direto com a pele.

A Band 8 Active tem as menores dimensões da linha, só é um pouco mais gordinha que as demais. Sua construção também é mais básica, talvez por isso seja leve; já a Band 8 Pro é a para quem procura tela grande numa smart band.

As pulseiras dos três dispositivos são de TPU e não funcionam em outros modelos devido aos encaixes diferentes. A qual mais gostei foi da Mi Band 8, principalmente pelo encaixe simples e pelo conforto; já a da Band 8 Pro foi a pior em acessibilidade.

Apesar das pulseiras de mesmo material, os encaixes são diferentes (Imagem: Ivo Meneghel Jr./Canaltech)
Foto: Canaltech

Vale mencionar que todos os dispositivos são resistentes à água 5ATM, isto é, até 50 metros de profundidade. Porém, não é recomendável usá-los em água salgada ou quente.

Publicidade

Tela

  • Band 8: 1,62" AMOLED, 600 nits, 490 x 192 pixels, vidro 2.5D; 
  • Band 8 Active: 1,47" TFT, 450 nits, 320 x 172 pixels, vidro 2.5D;
  • Band 8 Pro: 1,74" AMOLED, 600 nits, 480 x 336 pixels, vidro Gorila Glass 3.

Os modelos Band 8 e Band 8 Pro têm praticamente as melhores telas. A diferença é que o modelo padrão tem um painel comprido e arredondado, enquanto o do Pro é retangular e maior, o qual gostei mais.

A Band 8 Active tem a menor tela dos três modelos (Imagem: Ivo Meneghel Jr./Canaltech)
Foto: Canaltech

A Band 8 Active segue a sua proposta acessível trazendo um display com tecnologia TFT, bem inferior ao AMOLED dos irmãos. Com isso, somente a Band mais barata perde o suporte ao Always On Display (AOD), recurso que permite visualizar informações com a tela desligada.

Conectividade e recursos

Somente a Band 8 Pro tem Bluetooth 5.3, então promete ser mais econômica e estável que as outras duas, que possuem Bluetooth 5.1. Todas são compatíveis com celulares Android e iPhone (iOS) por meio do aplicativo Mi Fitness. Os recursos do app e a usabilidade são os mesmos nas três smart bands.

O aplicativo Mi Fitness é o mesmo nos três modelos (Imagem: Diego Sousa/Canaltech)
Foto: Canaltech

Com relação às funcionalidades, as três desempenham quase o mesmo papel de smartband: atendem chamadas, rastreiam os exercícios e o sono, configuram cronômetro e alarme, controlam as músicas do celular, etc. A Band 8 Pro é a mais inteligente, tendo sensor de luz ambiente e GPS integrado.

Publicidade

Monitoramento de saúde e exercícios

A Band 8 Pro tem o melhor monitoramento de saúde e exercícios das três. Ela tem mais sensores, inclusive giroscópio e GPS, para uma maior precisão dos movimentos. Além disso, ele suporta +150 atividades físicas, assim como a Band 8. Já a Band 8 Active tem +50 modos de treino.

A Band 8 é a mais completa em termos de monitoramento de saúde e exercícios (Imagem: Ivo Meneghel Jr./Canaltech)
Foto: Canaltech

O monitoramento de sono dos modelos Band 8 e 8 Pro são básicos, sem grandes destaques. A Band 8 Active, por outro lado, mostrou imprecisão nos nossos testes, revelando onde estão os cortes no custo de produção. No mais, as três conseguem monitorar os batimentos cardíacos, sono, estresse, SpO2 e ciclo menstrual, no caso das mulheres.

Duração de bateria

A Band 8 promete até 16 dias de uso moderado, enquanto a Band 8 Pro e a 8 Active têm promessa de até 14 horas. É claro que esses números são estimativas, sendo a duração real no dia a dia diferente dependendo do uso.

Nos testes com a Band 8 Pro, conseguimos cerca de uma semana de autonomia; com o AOD ligado, essa estimativa caiu para seis dias. Com a Mi Band 8, restaram 40% de bateria após uma semana de uso, então acredito que ela cumpra a sua promessa. Já a Active durou oito dias de uso intenso, o que é bom para a categoria.

Publicidade

Mi Band 8 x 8 Pro x 8 Active: qual das três comprar?

A Mi Band 8 Pro é a melhor smart band da linha este ano, mas é também a mais cara, custando quase R$ 500 no varejo. A smart band é a que tem a melhor tela, a maior duração de bateria e o monitoramento de saúde e exercícios mais preciso, então, o preço mais alto já era esperado.

A briga entre as Band 8 e Band 8 Active dependerá apenas do design, já que ambas estão basicamente no mesmo preço: o modelo Active pode chamar mais atenção pelo formato retangular, lembrando um relógio inteligente, enquanto a Band 8 tem visual tradicional de Mi Band, o que pode ou não agradar às pessoas.

Porém, no restante, a Band 8 é muito melhor que o modelo mais básico, tendo tela de maior qualidade, desempenho fluido, mais precisão no monitoramento e bateria mais duradoura. Ambas custam na faixa dos R$ 250.

Trending no Canaltech:

É fã de ciência e tecnologia? Acompanhe as notícias do Byte!
Ativar notificações