PUBLICIDADE

Alimentação vegana: Além de ética é saudável e nutritiva  

Tirar produtos de origem animal da alimentação e acrescentar grãos, cereais, frutas, legumes e vegetais só traz benefícios.

12 abr 2023 - 05h00
Compartilhar
Exibir comentários
Foto: CanvaPro

Uma das principais dúvidas das pessoas em relação à alimentação sem nada de origem animal é, sem sombras de dúvida, a questão nutricional, suplementação, ''será que posso ficar doente?'', e como ter uma alimentação balanceada sendo vegano.

Essa preocupação é legítima e importante, para qualquer forma de se alimentar, sendo vegano ou não, ninguém quer ter um tipo de alimentação que possa oferecer riscos à saúde, complicações e deficiências nutricionais. Embora a nossa sociedade não seja tão saudável e se alimenta muito mal, ao falar de veganismo surge quase que de forma espontânea a questão da alimentação.

O que de certa forma é paradoxal, porque muita gente com essa preocupação tem uma alimentação no dia a dia bastante deficiente em vitaminas. Mas não vamos concentrar o texto nesse paradoxo, vamos abordar de forma individual, a questão nutricional e também buscar em artigos e especialistas o que eles têm a nos dizer sobre a questão nutricional da alimentação vegana.

Já adianto de antemão que ter uma alimentação vegana não só é nutricionalmente adequado, como em muitos casos é melhor para a saúde. Primeiro vou falar sobre os benefícios que obtive, as mudanças da minha alimentação, como me adaptei.

No primeiro dia que mudei minha alimentação, ela passou de 3 (arroz, feijão e carne animal) ingredientes no prato, para cerca de 6 (legumes e vegetais folhosos). É impressionante o quanto a alimentação fica mais diversificada, nutritiva.

Claro que tem pessoas que vão comer só arroz e batata frita com ketchup, e provavelmente vai ter deficiência de vitaminas, mas se a alimentação for rica em vegetais, legumes e grãos e cereais, essencialmente arroz, feijão e folhas escuras, o único suplemento necessário, não encontrado na alimentação vegana, será a vitamina B12, que é de origem bacteriana e encontrada em produtos animais, já explicamos a sua importância em um artigo exclusivo aqui no Portal.

Meus últimos exames estão excelentes, níveis de vitamina ótimo. Até hoje não tive nenhum problema de saúde, minha imunidade melhorou bastante, nunca tive anemia, fraqueza, muito pelo contrário, minha energia, força e disposição nunca esteve melhor.

Em vários artigos científicos de nutrição já é comprovado que uma alimentação sem nada de origem animal e 100% vegetariana não é prejudicial à saúde e se feita de maneira correta, apresenta diversos benefícios. 

Grãos e cereais são fundamentais, e indispensáveis em qualquer alimentação.
Grãos e cereais são fundamentais, e indispensáveis em qualquer alimentação.
Foto: CanvaPro

A Academia de Nutrição e Dietética dos Estados Unidos (ADA), estabeleceu que uma alimentação vegana e vegetariana, se bem planejadas, são nutricionalmente adequadas e saudáveis.

Além de ser nutricionalmente adequada, uma alimentação sem nada de origem animal é extremamente saudável em comparação com a alimentação tradicional, que em sua maioria é baseada em gordura saturada, colesterol, embutidos, ultraprocessados, e baixo consumo de vegetais.

Apesar de o veganismo estar muito além da alimentação, de questões relacionadas à dieta e estilo de vida saudável, os benefícios de não consumir produtos de origem animal são infinitos. 

Vegano Periférico Leonardo e Eduardo dos Santos são irmãos gêmeos, nascidos e criados na periferia de Campinas, interior de São Paulo. São midiativistas da Vegano Periférico, um movimento e coletivo que começou como uma conta do Instagram em outubro de 2017. Atuam pelos direitos humanos e direitos animais por meio da luta inclusiva e acessível, e nos seus canais de comunicação abordam temas como autonomia alimentar, reforma agrária, justiça social e meio ambiente.
Compartilhar
Publicidade
Publicidade