PUBLICIDADE

Ortopedista indica musculação para evitar osteoartrite

Essa dor é influenciada pelo sedentarismo e má alimentação

9 jul 2024 - 10h58
Compartilhar
Exibir comentários

Não é incomum, e, principalmente, entre os idosos a relação do frio com as dores nas articulações, os principais alvos. Então, o que se deve fazer? Nesse sentido, o ortopedista Dr. Marcos Cortelazo vai indicar musculação para evitar osteoartrite.

Musculação para evitar osteoartrite
Musculação para evitar osteoartrite
Foto: Shutterstock / Sport Life

Veja o impacto da musculação para evitar osteoartrite

"Um programa de exercícios físicos ajuda a melhorar a irrigação sanguínea, o controle muscular, o inchaço e a flexibilidade. Qualquer tipo de exercício físico é bem-vindo. Caminhada, fisioterapia, hidroginástica, natação, musculação, pilates e bicicleta todos com baixa carga podem ajudar já que oferecem proteção às articulações do joelho e estimulam o aumento da massa muscular da coxa, que tem músculos muito importantes para os joelhos", disse.

Outra dica desse médico é manter-se aquecido, o que impede uma "sobrecarga" do organismo para manter a temperatura corporal. "Qualquer sintoma de dor, o melhor a fazer é buscar ajuda do médico ortopedista, que pode inclusive checar os níveis de vitamina D", confirmou.

A falta de vitamina D é aliada da osteoartrite

"Baixos níveis de vitamina D também podem influenciar. No inverno, a exposição solar é menor, o que pode se relacionar com o problema. Vale lembrar que a dieta também se relaciona uma vez que o peso corporal adequado diminui a sobrecarga articular e, também, protege as articulações do desgaste, que cria-se assim um ciclo virtuoso", relatou.

Qual é a relação da baixa temperatura com essa dor?

"Essa relação existe e há mais de uma explicação possível para esse incômodo nas articulações, principalmente no inverno. Os ossos, em si, não doem, a menos que haja uma fratura, mas existem tecidos que os circundam, como músculos, tendões etc. - esses causam desconforto. A vasoconstrição e uma maior falta de lubrificação das articulações são fenômenos percebidos nessas estações e muito influenciados pelo sedentarismo, falta de mobilidade e má alimentação", concluiu o Dr. Marcos Cortelazo.

Sport Life
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade