PUBLICIDADE

O que é saco de Douglas? Conheça essa região do corpo e saiba o que pode causar sua ruptura

Área foi citada no atestado de óbito de jovem que morreu após encontro com jogador do time sub-20 do Corinthians

2 fev 2024 - 13h25
(atualizado às 15h20)
Compartilhar
Exibir comentários
Representação do sistema reprodutor feminino
Representação do sistema reprodutor feminino
Foto: iStock

Na última terça-feira, 30, uma jovem de 19 anos morreu após ter relações sexuais com o jogador do time sub-20 do Corinthians, Dimas Cândido de Oliveira Filho, de 19 anos, conforme noticiado pelo Estadão. O atestado de óbito da jovem aponta como causa da morte "ruptura de fundo de saco de Douglas com extensão à parede vaginal esquerda".

O que é saco de Douglas?

Trata-se da porção mais alta da parede vaginal, que fica em volta do colo do útero. Também chamada de fundo de saco de Douglas ou fórnices vaginais, a região tende a acumular a pressão do ar que entra pela vagina - e, se essa pressão for muito alta, pode ocorrer sua ruptura.

De acordo com o ginecologista e obstetra Eduardo de Souza, coordenador da Maternidade do Hospital São Luiz Anália Franco, em São Paulo, o rompimento dessa região não costuma ser decorrente de violência ou tamanho dos órgãos genitais, mas, sim, da entrada de ar e do aumento da pressão.

"O aumento da pressão na região pode ocasionar a extensão da mucosa vaginal em alguns centímetros. Isso pode atingir vasos sanguíneos e levar a sangramentos graves", pontua.

Como evitar o rompimento do saco de Douglas?

O especialista explica que algumas posições sexuais, como a que a mulher fica em quatro apoios, têm maior risco de entrada de ar pela vagina e, consequentemente, de rompimento da região. Assim, Souza aconselha a observação de barulhos durante o ato sexual que possam sinalizar a entrada de ar na vagina e, se for este o caso, mudar de posição.

O ginecologista observa ainda que o uso de brinquedos sexuais inadequados (muito grandes, pontudos ou feitos com materiais duros) ou utilizados de forma incorreta também podem resultar no rompimento do saco de Douglas.

O que fazer no caso de rompimento do saco de Douglas?

Caso ocorra um grande sangramento durante a relação sexual, que pode indicar rompimento do saco de Douglas, é importante buscar atendimento médico o quanto antes. De acordo com Souza, o tratamento normalmente é feito com anestesia e sutura da região para interromper o sangramento.

O ideal, porém, é que, mesmo antes da chegada ao hospital, haja o estancamento do sangramento. "É recomendado tapar a região vaginal com uma toalha ou lençol. Esses acessórios devem ser introduzidos gentilmente na vagina para que a mulher perca menos sangue", orienta.

Quais os fatores de risco para o rompimento?

Segundo o especialista, mulheres com a mucosa vaginal mais enfraquecida, como as que estão amamentando, estão na menopausa e as que acabaram de parir, têm mais risco de sofrer o rompimento do saco de Douglas. "Isso não impede, contudo, que mulheres fora desses critérios passem por essa situação".

Estadão
Compartilhar
Publicidade
Publicidade