PUBLICIDADE

Novembro Azul: três fatos importantes sobre o câncer de próstata

Muitos homens ainda se negam a consultar com um especialista por receio e preconceitos

1 nov 2022 - 09h28
Compartilhar
Exibir comentários
Novembro Azul
Novembro Azul
Foto: Shutterstock / Sport Life

Novembro Azul é o movimento internacional de conscientização do câncer de próstata. Essa campanha começou no ano de 2003 em alusão a data 17 de novembro, o Dia Mundial de Combate ao Câncer de Próstata. Ou seja, o mês ideal para o encaixe desse trabalho em todo o mundo. Sendo assim, saiba quais são os três fatos sobre o câncer de próstata no início do Novembro Azul.

CONHEÇA OS TRÊS FATOS IMPORTANTES

INFLUÊNCIAS

É incerta a causa do desenvolvimento de câncer de próstata mas, especialistas apontam certos hábitos como agravantes no crescimento da doença. Os hábitos alimentares estão entre os fatores de risco. Dietas ricas em gorduras saturadas contribuem para o sedentarismo. O uso de anabolizantes e o tabagismo também estão inclusos. Além disso, a genética contribui para o surgimento quando há casos em que o pai ou o irmão do paciente já tiveram câncer.

TRATAMENTO

O tratamento do câncer de próstata depende do estágio da doença. Nos casos comuns, o paciente realiza cirurgia, terapia hormonal e radioterapia. A realização do exame pode ajudar a identificar o câncer logo no início da doença e, consequentemente, aumentar a chance de sucesso do tratamento.

ATIVIDADES FÍSICAS

O estilo de vida saudável é importante para manter a saúde do organismo em dia, mesmo sem nenhuma comprovação científica de que o câncer de próstata pode ser evitado com a prática de atividades físicas.

"O INCA (Instituto Nacional do Câncer) e o Ministério da Saúde concordam que uma rotina saudável, alimentação balanceada e outros fatores ligados ao bem-estar podem ajudar na prevenção não só deste, como de diversos outros tipos de carcinomas", disse o oncologista do Grupo Oncoclínicas, em São Paulo, Dr. Andrey Soares.

O QUE É?

A próstata é a glândula masculina situada na parte inferior do abdômen e está entre a uretra, tubo pelo qual a urina é eliminada. A glândula também produz parte do sêmen, líquido espesso que contém os espermatozoides e é liberado durante o ato sexual.

Dor ou ardor ao urinar, presença de sangue na urina ou no sêmen e necessidade de urinar várias vezes durante o dia e a noite estão entre os principais sintomas. A possibilidade do câncer de próstata ganha força com aumento da idade e torna-se comum depois dos 50 anos de idade.

Além de contribuir para a cura, cumprir com os exames urológicos em dia garante em 90% as chances de não desenvolver casos avançados da doença. PSA (exame de sangue), exame de toque retal, ultrassom e medição do jato de urina são as avaliações ideais sobre o câncer de próstata.

Diversos órgãos reforçam a cada ano a importância da quebra desse tabu para avaliação. De acordo com INCA, o câncer de próstata é o segundo tipo mais comum de câncer entre os homens no Brasil e só perde para o câncer de pele não-melanoma. Cerca de 75% dos diagnósticos são feitos em pacientes com mais de 65 anos.

Sport Life
Compartilhar
Publicidade
Publicidade