PUBLICIDADE
URGENTE
Saiba como doar qualquer valor para o PIX oficial do Rio Grande do Sul

Fabiana Justus justifica retornos ao hospital após cura: 'Questão que precisa de acompanhamento'

Influenciadora está em tratamento contra a leucemia e recebeu um transplante de medula óssea em março

13 mai 2024 - 19h18
(atualizado às 20h54)
Compartilhar
Exibir comentários

Fabiana Justus, em tratamento contra a leucemia, detalhou em seu Instagram como tem funcionado sua rotina de acompanhamentos no hospital. Em stories publicados nesta segunda-feira, 13, a influenciadora explicou que passou a manhã realizando exames e contou algumas curiosidades sobre o que está vivendo.

Fabiana Justus comemora primeiro mês após pega na medula
Fabiana Justus comemora primeiro mês após pega na medula
Foto: Reprodução/@fabianajustus via Instagram / Estadão

"Não tem nada a ver com a leucemia. São exames para uma outra coisa, não é nada grave, mas precisa acompanhar. Eu faço muitos exames, sim, porque sou uma transplantada. Então tem muitos exames, principalmente neste começo", contou Fabiana. Diagnosticada com leucemia mieloide aguda em janeiro, ela conseguiu um transplante de medula óssea em março. "Os que fiz hoje são especificamente para outra questão que precisa de acompanhamento e que desregulou por causa do tratamento", disse a influenciadora.

Na última sexta, 10, Fabiana comemorou o primeiro mês de vida após a "pega" da medula óssea, ponto em que a medula transplantada começa a produzir células de sangue suficientes no novo paciente.

Ela então explicou como vem funcionando sua rotina de consultas com uma equipe multidisciplinar de médicos. "Faço um acompanhamento semanal, duas vezes por semana. Vou na terça e na sexta no hospital para ver como estão as coisas pós-transplante. E toda vez faço exames de sangue pelo cateter que tenho e reposição de magnésio", enumerou Fabiana. Segundo ela, a queda de magnésio já é algo esperado no tratamento por conta dos imunossupressores que toma, justamente para que seu corpo não rejeite a nova medula.

Segundo Fabiana, sua nova medula tem trabalhado bem e ela não tem precisado repor sangue, plaquetas, etc. Após os primeiros 100 dias com a medula, os acompanhamentos passarão a ser menos frequentes. "Não é uma rotina divertida, ficar indo no hospital. Mas eu sempre falo que a pior parte já passou. Precisa acompanhar, mas essa parte é infinitamente mais tranquila do que tudo que já vivi até agora. Não tem nem como reclamar", desabafou a influenciadora.

Fabiana ainda contou que foi reconhecida no hospital por um mulher, que se aproximou e contou que reza por ela todos os dias. "Achei tão lindo, fiquei tão feliz", disse. Ela agradeceu o carinho dos fãs e disse que aguarda pelo momento em que poderá sair de casa e conhecer mais seguidores. No momento, ela está em isolamento por conta do tratamento, que deixa sua imunidade baixa.

O que NÃO falar para uma pessoa com câncer O que NÃO falar para uma pessoa com câncer

Estadão
Compartilhar
Publicidade
Publicidade