PUBLICIDADE

Dia da Pessoa com Deficiência relembra que a inclusão é um direito básico

Celebração promove reflexão sobre necessidade de acessibilidade e inclusão social para todas as pessoas

3 dez 2023 - 10h02
Compartilhar
Exibir comentários

O Dia Internacional das Pessoas com Deficiência é comemorado em 3 de dezembro. A data foi criada em 1992 pela ONU (Organização das Nações Unidas) e tem por objetivo promover a reflexão sobre a necessidade de acessibilidade e inclusão social para todas as pessoas, principalmente para termos consciência e mudança atitudinal com relação ao reconhecimento da singularidade de todos os sujeitos. 

A inclusão de pessoas com deficiência é um direito básico garantido por lei
A inclusão de pessoas com deficiência é um direito básico garantido por lei
Foto: Prostock-studio | Shutterstock / Portal EdiCase

Igualmente, se faz importante a consideração sobre os enfrentamentos das pessoas com deficiência em espaços não acessíveis, ou seja, ambientes deficientes, que não respeitam um desenho arquitetônico ou linguagens comunicacionais que atendam a todas as pessoas com diversidade, seja ela linguística, física, intelectual, auditiva, visual ou neurodiversa. 

Exercendo a cidadania com empatia 

Neste dia devemos, acima de tudo, celebrar nossas conquistas na luta pela acessibilidade, igualdade e equidade de oportunidades para todas as pessoas com deficiência. Além disso, temos que exercer a cidadania com empatia. 

Cabe-nos lembrar sobre o nosso respeito com relação aos direitos das pessoas com diversidade, como em situações em que existem vagas preferenciais, banheiros e locais reservados para atender às suas necessidades. Sabemos que existem muitas deficiências, mas a maior delas é lidar com a falta de consciência e sabedoria das pessoas que não exercem o respeito e empatia nas ações no dia a dia. 

Acessibilidade não é caridade 

Promover a acessibilidade não é caridade, é um direito legal para dar a todos a oportunidade igual de ter acesso a recursos que vão desde a educação até a qualificação, visto que é um direito garantido por lei e promovê-la garante que todas as pessoas possam ter acesso aos mesmos meios independente de suas limitações físicas, sensoriais ou cognitivas. 

Há diversas formas de promover acessibilidade
Há diversas formas de promover acessibilidade
Foto: Krakenimages.com | Shutterstock / Portal EdiCase

Formas de promover a acessibilidade

Abaixo, veja algumas maneiras de promover mais acessibilidade:

  1. Disponibilizar informações sobre acessibilidade no convite do evento;
  2. Adaptar o espaço físico para garantir a circulação de cadeiras de rodas e outros equipamentos de mobilidade; 
  3. Disponibilizar intérpretes de libras (Língua Brasileira de Sinais) para pessoas com deficiência auditiva;
  4. Disponibilizar cardápios em braile ou em formatos acessíveis para pessoas com deficiência visual;
  5. Não ocupar indevidamente as vagas preferenciais, banheiros ou locais reservados às pessoas com deficiência;
  6. Usar o diálogo como uma ferramenta de instrução, respeito e empatia;
  7. Perguntar ao outro como ele gostaria de ter atendido em suas necessidades;
  8. Dirigir-se diretamente a pessoa e não ao seu acompanhante ou cuidador;
  9. Jamais tratar o outro como incapaz ou deficiente;
  10. Olhar para o outro como legítimo em sua singularidade.

Por Maria Dolores Fortes Alves

Tem artrite reumatóide, mas nunca desistiu de estudar e diz que "adora voar alto e chamar outros a muitos voos". Entre outras formações, é doutora e mestre em Educação, mestre em Psicopedagogia e Pedagoga. Entre os livros lançados, está "Favorecendo a inclusão pelos caminhos do coração" (Wak Editora).

Portal EdiCase
Compartilhar
Publicidade
Publicidade