PUBLICIDADE

Ansiedade Noturna: Psicólogo ensina estratégias para lidar com preocupações durante o sono

Descubra os sinais, origens e métodos para lidar com esse desafio

27 fev 2024 - 10h07
Compartilhar
Exibir comentários

A ansiedade noturna é um fenômeno crescente globalmente, afetando um número significativo de pessoas. Para uma visão mais aprofundada desse tema, conversamos com Alexander Bez, psicólogo especializado em saúde mental.

O que é ansiedade noturna?

Segundo Bez, é uma manifestação específica desse transtorno, manifestando-se durante as horas de sono. "É importante distinguir entre ansiedade noturna e insônia causada por transtornos de ansiedade", explica ele. "A ansiedade noturna está relacionada ao medo do futuro, particularmente em questões relacionadas a relacionamentos e finanças, gerando preocupações emocionais".

Causas da ansiedade noturna

Vários fatores podem desencadea-la, como medos, preocupações, instabilidade financeira e problemas médicos específicos. "Indivíduos com tendências emocionais estão mais suscetíveis", observa Bez, destacando que é uma condição principalmente psicológica, não neurológica, relacionada à parte mental-psicológica do cérebro. [caption id="attachment_4341" align="alignnone" width="300"]

Ansiedade Noturna Psicólogo ensina estratégias para lidar com preocupações durante o sono
Ansiedade Noturna Psicólogo ensina estratégias para lidar com preocupações durante o sono
Foto: Sou Mais Bem Estar

©tab1962 de Getty Images via Canva.com[/caption]

Importância da gestão da ansiedade noturna e impactos na saúde

Aprender a lidar com ela é crucial para melhorar a qualidade de vida e mitigar seus sintomas prejudiciais. "Os impactos podem ser significativos", alerta o psicólogo, mencionando alterações de humor, dificuldades cognitivas, diminuição da atenção, impacto no desempenho profissional e relacionamentos, além de influenciar negativamente a saúde física.

Veja também: Ansiedade e sua relação com a alimentação

Abordagens de tratamento

Bez destaca a importância de um diagnóstico preciso para determinar o tipo de ansiedade experimentada durante a noite. O tratamento frequentemente envolve psicoterapia, uso de ansiolíticos durante o dia ou especificamente à noite, e possíveis indutores do sono. Além disso, práticas de higiene do sono, como evitar conteúdos estimulantes antes de dormir, podem ser benéficas. Em suma, a ansiedade noturna é uma condição complexa que requer uma abordagem multidisciplinar para tratamento e gestão eficazes. Compreender suas causas e buscar ajuda profissional são passos fundamentais para superar esse desafio e recuperar uma noite de sono tranquila e restauradora.

Fonte:  Alexander Bez, Piscólogo Especialista em Relacionamentos pela Universidade de Miami (UM); Especialista em Ansiedade e Síndrome do Pânico pela Universidade da Califórnia (UCLA); Especialista em Saúde Mental.
Sou Mais Bem Estar
Compartilhar
Publicidade
Publicidade