PUBLICIDADE

6 mitos e verdades sobre nutrição

Nutricionista esclarece as principais dúvidas sobre alimentação

18 mai 2023 - 15h30
Compartilhar
Exibir comentários

Saber se a alimentação está auxiliando na saúde nem sempre é uma tarefa fácil, pois existem diversas questões sobre alimentação que, muitas vezes, nos levam a escolhas erradas. Por isso, a nutricionista Eneida Ramos esclarece algumas destas dúvidas. Veja!

Conhecer os alimentos que são ingeridos ajuda a fazer escolhas corretas e saudáveis
Conhecer os alimentos que são ingeridos ajuda a fazer escolhas corretas e saudáveis
Foto: Davizro Photography | Shutterstock / Portal EdiCase

1. Ter uma alimentação rica em fibras auxilia no emagrecimento? 

Verdade. Uma dieta rica em fibras associada com hábitos alimentares saudáveis (restrita em açúcares, gorduras e alimentos industrializados) pode contribuir com o emagrecimento. A fibra insolúvel (presente em grãos e verduras) exerce um importante papel na prevenção da obesidade, uma vez que leva ao aumento da saciedade por retardar o esvaziamento do estômago, resultando na diminuição da fome. 

2. Comer abacaxi após as refeições ajuda a emagrecer? 

Verdade. O abacaxi na refeição ou após a refeição ajuda a melhorar a digestibilidade da comida, favorecendo o bom processo digestivo, pois possui uma enzima chamada bromelina que ajuda na digestão de proteínas, contribuindo assim com a saúde de modo geral. 

Intolerantes a lactose devem alternar o consumo de diferentes tipos de leite
Intolerantes a lactose devem alternar o consumo de diferentes tipos de leite
Foto: Davizro Photography | Shutterstock / Portal EdiCase

3. O leite de soja pode substituir o de vaca? 

Mito. Em casos de intolerância ao leite e derivados, o recomendado é alternar diferentes leites como bebidas à base de soja, leite de amêndoas, de arroz e de quinoa. No entanto, para a adequação de cálcio na alimentação, o importante é adotar o consumo regular de hortaliças (couve, espinafre, rúcula, brócolis - folhas-verdes escuras preferencialmente), frutas, leguminosas (feijão, ervilha, lentilha, grão-de-bico), sementes trituradas (melão, abóbora, girassol), gergelim triturado, tofu, sardinha. Esses alimentos são ricos em minerais e vitaminas que ajudam na manutenção da massa óssea do organismo. 

4. O ovo aumenta o colesterol? 

Mito. Todo alimento de origem animal contém colesterol. O aumento do colesterol sanguíneo também está relacionado com o tipo de gordura ingerida e quantidade de colesterol ingerido por dia, contemplando não somente o consumo de ovos, mas outros alimentos como embutidos, frios, carnes e alimentos fontes de gordura (leite, derivados e molhos gordurosos), que o organismo pode utilizar como matéria-prima para fabricar colesterol. O ovo é um excelente alimento, rico em proteínas e vitaminas como a colina e vitamina A, e deve compor a alimentação, alternando com outras fontes proteicas como carnes, frangos e peixes.

5. Pular refeições é uma boa forma de emagrecer? 

Mito. Pelo contrário, pular refeições favorece o ganho de peso, já que o organismo, como está projetado para lutar pela sobrevivência, reduz o metabolismo (quantidade de energia gasta), porque entende que não receberá alimentos. Isso não é interessante, já que na redução do metabolismo, será preciso ingerir quantidade menor de alimentos para manter o organismo funcionando perfeitamente, e se consumirmos a mesma quantidade de calorias de antes resultará no ganho de peso. 

6. Comer depois das 20h00 causa ganho de peso? 

Depende. No jantar é recomendado fazer refeições mais leves, ricas em nutrientes e de fácil digestão, como grelhados, sopas, saladas, omeletes, legumes e frutas. Não é recomendado realizar refeições volumosas, ricas em alimentos gordurosos e açúcares, já que durante o sono o metabolismo do organismo reduz e favorece o acúmulo dessa energia não consumida na forma de tecido gorduroso. 

Portal EdiCase
Compartilhar
Publicidade
Publicidade