4 eventos ao vivo

"Espero que chova": o que pensam fotógrafos de casamento

Profissionais falaram das dificuldades de clicar 'o grande dia' e o que realmente pensam enquanto trabalham

7 dez 2015
18h29
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
Foto: @jamesdayweddings/ Instagram/ Reprodução

Fotógrafos são parte essencial do 'grande dia' dos noivos. São eles os responsáveis por capturar os melhores momentos que servirão de memória para os anos seguintes do casal.

Siga Terra Estilo no Twitter

O site do jornal Daily Mail. ouviu alguns profissionais da área que contaram o que pensam durante o cerimônia - do "espero que chova" até "eles não vão durar". Confira algumas das principais frases que saíram destas entrevistas. 

"Estou morrendo de fome"
Fotógrafos de casamento, não raro, chegam a trabalhar por 12 horas seguidas no dia da cerimônia. "Dias de casamento são longos. Como fotógrafos, não conseguimos levar comida e não temos muito tempo de intervalo", afirmou o fotógrafo James Day. 

"Nós adoramos ser alimentados, principalmente se a comida vem antes da noite começar ao invés de quando estamos prestes a ir embora (se houver 'sobras')", declarou. 

A falta de alimentação pode, inclusive, dificultar o trabalho do fotógrafo. Uma profissional afirmou que já esteve "com tanta fome que tudo doía" e ela não tinha um lugar para se sentar ou descansar durante a festa de recepção.

Foto: @jamesdayweddings/ Instagram/ Reprodução


"Eles não vão durar"
"Sim, eu já pensei isso e sim, o casal se separou", afirmou o fotógrafo Michael Martin. Para ele, é fácil dizer se um casal vai durar ou não passada a cerimônia.

"Eu consigo dizer se um casal está apaixonado ou se está se casando porque é a coisa a se fazer. Se eles estão apaixonados eu me pego pensando 'como eles são fofos'", contou. 


"Me respeite"
Muitos fotógrafos afirmam que, conforme a noite avança, os convidados se tornam mais rudes e invasivos. "Por favor, parem de me tratar como um serviçal... como quando uma mãe mandona pede para fotografar coisas inúteis", pediu um profissional. 

Foto: @jamesdayweddings/ Instagram/ Reprodução



"Abaixe seu celular"
Uma queixa constante dos profissionais é a presença de celulares e câmeras nas fotos feitas. "Nós já ouvimos isso, mas considere pedir aos seus convidados que deixem seus celulares e tablets guardados durante a cerimônia", pediu Day. "Além disso, é uma forma de eles estarem realmente presentes e de os noivos verem seus sorrisos ao invés 'das costas' do celular".

"Espero que chova"
Muitos fotógrafos adoram dias chuvosos durante a cerimônia, apesar de esse ser um pesadelo de muitas noivas. 

"Algumas pessoas pensam que elas precisam estar no sol para que a foto saia bonita. No entanto, geralmente um céu nublado com um pôr do sol ao fundo é o ideal", garante Day. 

"Céu claro e sol forte fazem muita sombra. Fotógrafos amam um céu nublado", admitiu a fotógrafa Nicole Ashley.

Foto: @jamesdayweddings/ Instagram/ Reprodução

"Eles parecem tão infelizes"
Martin afirmou que o estresse e infelicidade transparecem nas fotos. Em um dos casamentos que fotografou, ele contou que a noiva estava tão desorganizada que pareceu estressada nas imagens.

Um conselho do profissional é dar liberdade e flexibilidade para as madrinhas escolherem seus próprios vestidos. "Muito frequentemente vemos madrinhas infelizes com a roupa que estão usando". 

Foto: @jamesdayweddings/ Instagram/ Reprodução

"Confie em mim"
Fotógrafos são contratados, normalmente, por serem bons em seu trabalho, então é frustrante quando um convidado os diz o que fazer. "Fotógrafos ficam fora de si quando as pessoas dizem 'ah, você pode arrumar no Photoshop, certo?'", afirmou um profissional.

Eles também gostam de saber do programa do dia e das possíveis mudanças de planos. "Eles poderão te dizer o tempo necessário para realizar as fotos e assim, você terá tempo para descansar".

Day afirma que casais devem deixar o período do pôr do sol livre para aproveitar o momento para fazerem boas fotos. 

 

Veja também:

Venezuela: os trabalhadores da saúde com salários de US$ 4 por mês e sem equipamentos de proteção
Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade