0

Renata Kuerten relembra carreira e fala sobre corpo: ‘não mudaria nada’

No segundo semestre de 2013, a modelo foi a estrela de grandes campanhas e desfiles

9 dez 2013
14h18
atualizado às 16h45
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Aos 10 anos de idade, Renata Kuerten decidiu ser modelo. Aos 16, foi morar em Paris para dar início à carreira e, quase 10 anos depois, se tornou uma das tops mais promissoras do Brasil. No começo, o nome de Renata era sempre associado ao maior tenista brasileiro, Gustavo Kuerten, de quem realmente é prima, embora distante – fato desconhecido por ela, mas descoberto pela imprensa. Atualmente, porém, a modelo de 25 anos conquistou seu próprio espaço e ostenta um currículo respeitável, que inclui desde capas para a revista Vogue até desfiles em grandes semanas de moda.

Apenas neste segundo semestre de 2013, Renata estrelou uma grande campanha e um desfile para O Boticário, foi um dos destaques do Risqué Dream Fashion Show e subiu à passarela pelas grifes Animale, Vitorino Campos e Victor Dzenk durante as edições de inverno 2014 do SPFW e Fashion Rio. A agenda lotada prova que a carreira de Renata decolou, mas ela faz questão de ressaltar que a vida de modelo não é nem um pouco fácil. “Pensei em desistir várias vezes. Quando me mudei para Paris foi muito difícil. Estava longe da família e, no primeiro ano, liguei diversas vezes para minha mãe, pensando em desistir. Ela sempre me deu forças para continuar lutando pelo meu sonho”, contou a top em entrevista exclusiva ao Terra.

Com 1,75 m, 56 kg, olhos verdes e longos cabelos louros, seria difícil para Renata não chamar a atenção. Mas o que realmente fez os holofotes se virarem para a modelo foi o abdômen saradíssimo – e ela não tem medo de admitir que está, sim, em plena forma. “Gosto muito do meu corpo e, por enquanto, não mudaria nada”, disse. No entanto, as curvas no lugar não são apenas obra da “boa genética”. “Cuido da minha alimentação, não bebo refrigerante, nem álcool, não como frituras e não fumo. Sou muito regrada”, falou a top, que também faz aulas de circuito e luta.

<p>Renata Kuerten adora compartilhar fotos de trabalhos e do dia a dia em sua conta no Instagram</p>
Renata Kuerten adora compartilhar fotos de trabalhos e do dia a dia em sua conta no Instagram
Foto: Reprodução/Instagram

Profissão: modelo
Muitos pensam que o mundo da moda é sinônimo de fama, luxo e glamour e, em partes, não estão errados.  Mas a carreira de modelo também reserva algumas saias justas e a primeira vez de Renata Kuerten nas passarelas é um dos exemplos. A top estreou em grande estilo, em um desfile para a L’Oreal, em Paris, mas a experiência foi “engraçada e horrível”, segundo ela. “Os cabelos tinham arranjos gigantescos e, para piorar, os modelos tinham que fazer coreografias na passarela. Meu cabelo grudou no da modelo ao lado e fiquei em choque. Consegui me soltar, mas saí da passarela toda perdida”, relembrou.

Para as meninas que sonham com a carreira de modelo, Renata é mais um exemplo de que é possível chegar ao topo, mas aconselha que tenham “paciência, foco e disciplina, além de atitude e personalidade”. “Precisam entender que o reconhecimento é demorado porque não é uma carreira fácil”, afirmou a top que, aos 25 anos, já vislumbra a vida após as passarelas. “Estou me preparando para iniciar a carreira de apresentadora. No ano que vem, estarei focada neste projeto”, contou.

Renata também faz questão de relembrar que a carreira de modelo, assim como qualquer profissão, tem seus altos e baixos. “Uma das melhores coisas é a oportunidade de viajar o mundo e conhecer novas culturas. A parte difícil é ficar longe da família”, contou Renata. “Hoje consigo lidar com essa situação e minha família me visita onde estou”, completou. Renata venceu no mundo da moda, mas, como qualquer profissional, ainda tem sonhos a serem realizados. “Entre tantos trabalhos, adoraria fazer um ensaio para a Victoria’s Secret. Acho um glamour”, contou a top, que tem a übermodel brasileira Gisele Bündchen como maior inspiração.

Experiente, Renata conta que, mesmo após quase 10 anos de carreira, ainda fica nervosa antes de um grande trabalho. “Sempre dá um friozinho na barriga, né?”, comentou. Para ela, o trabalho que mais causa nervosismo é fotografar para a capa da Vogue, revista da qual já foi estrela diversas vezes. “Por ser o sonho de todas as modelos do mundo, você sempre quer dar o máximo de si, é muita pressão”, explicou.

&amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;lt;a data-cke-saved-href=&amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;quot;http://moda.terra.com.br/infograficos/modelos-sosias/&amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;quot; href=&amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;quot;http://moda.terra.com.br/infograficos/modelos-sosias/&amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;quot;&amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;gt;Modelos e s&amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;oacute;sias&amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;lt;/a&amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;gt;

Veja também:

Flávia Alessandra volta a ter visual de Helena, em "Salve-se Quem Puder"
Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade