Sommelière mostra como fazer a namorada curtir beber cerveja

Quer iniciar a companheira no mundo das cervejas? Mostre a ela que nem tudo é amargo com rótulos que levam fruta na receita

29 mai 2014
08h00
atualizado às 10h25
  • separator
  • comentários

Muitas mulheres não gostam de cerveja por associar a bebida ao amargor. De fato, está é a característica dos rótulos mais vendidos no País. Mas não de todos. O mercado brasileiro está cheio de produtos nacionais e importados que servem de porta de entrada para o amplo mundo das cervejas, e o Dia dos Namorados é uma boa oportunidade para fazer sua companheira experimentá-los.

As cervejas frutadas são um bom presente para quem quiser introduzir a namorada no mundo cervejeiro. A fábrica belga Lindemans, por exemplo, faz rótulos mais doces e menos amargos do que aqueles com os quais estamos acostumados
As cervejas frutadas são um bom presente para quem quiser introduzir a namorada no mundo cervejeiro. A fábrica belga Lindemans, por exemplo, faz rótulos mais doces e menos amargos do que aqueles com os quais estamos acostumados
Foto: Cerveja Imports/Divulgação

“Elas acham que só existem as cervejas pilsen, mas há variedade de tipos da bebidas, que são encontradas até mesmo em supermercados”, diz a sommelière Kathia Zanatta, diretora do Instituto da Cerveja Brasil. Ela recomenda rótulos belgas para começar. “As witbier levam lasca de laranja, tem amargor bem baixo, são cítricas e muito refrescantes”, diz.

“As cervejas frutadas são maturadas com frutas como cereja, framboesa e maçã verde, e têm dosagem alcoólica baixa”, afirma. Ronaldo Cardoso, sócio do site Cerveja Imports, recomenda a cervejaria belga Lindemans, que têm vários rótulos neste estilo e costuma atrair as mulheres por causa do sabor adocicado. A cervejaria brasileira Divina, que colocou no mercado uma bebida com guaraná em sua composição, é outra boa pedida para introduzir a mulherada no mundo das cerveja.

No campo das frutadas, Kathia recomenda o estilo conhecido como Flanders Red Ale, também da Bélgica. “Elas têm uma coloração avermelhada, amargor baixo, com notas de frutas vermelhas, caramelo e baunilha. São conhecidas como ‘o Borgonha da Bélgica’, por parecerem um vinho mais macio, sendo boas para quem já toma este tipo de bebida”, afirma a sommelière.

Outra porta de entrada para o mundo cervejeiro são as cervejas de trigo. “A brasileira Colorado Apia, por exemplo, leva mel em sua composição e, por isso, tem um dulçor bom, além de ser fácil de encontrar”, diz Cardoso.

Na busca por cervejas doces, no entanto, cuidado para não se enganar com aquelas que levam chocolate em sua composição. “A maioria delas tem bases de maltes tostados em sua composição, o que traz amargor para a bebida”, alerta Zanatta. Dá para arriscar, no entanto, pois, como diz Cardoso, “algumas têm o amargo bem sutil e o dulçor do chocolate acentuado”.

Fonte: PrimaPagina

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade