PUBLICIDADE

TDAH: mitos e verdades sobre o transtorno em crianças

Tem cura? Os medicamentos causam dependência? Confira as respostas para essas e outras perguntas

5 dez 2023 - 16h17
(atualizado às 16h47)
Compartilhar
Exibir comentários

O Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade ( TDAH) afeta os neurotransmissores, substâncias químicas responsáveis pela troca de informações entre os neurônios. O resultado é uma criança mais desatenta, com dificuldade para se concentrar e manter o foco, além de não conseguir se manter parada.

Foto: BeritK/Getty Images / Bebe.com

Atingindo cerca de 6% das crianças e adolescentes no mundo todo, o transtorno tem sido cada vez mais diagnosticado, o que aumenta também o questionamento sobre o assunto. TDAH tem cura? Os medicamentos viciam? Existe um exame para identificar?

Para responder a essas e outras perguntas, conversamos com Gabriel Portella, mestre em Psicologia Experimental e diretor do Núcleo JOY. Confira, a seguir, mitos e verdades sobre o transtorno.

1. O TDAH tem causa genética?

Verdade.  Estudos indicam que fatores genéticos desempenham um papel significativo no desenvolvimento do  transtorno , embora o ambiente também tenha influência.

2. Existe um exame para detectar o TDAH?

Mito.  Não existe um exame laboratorial específico. O diagnóstico é clínico, baseado na observação do comportamento e nas informações fornecidas por pais, professores e, em alguns casos, testes psicométricos.

3. O tratamento é apenas medicamentoso?

Mito.  O tratamento do  TDAH  geralmente envolve uma abordagem multifacetada. Além de medicamentos, terapias comportamentais, educacionais e suporte psicológico são comuns.

4. Remédio para TDAH causa dependência?

Mito.  Quando usados sob supervisão médica adequada, os medicamentos não causam dependência. Em geral, eles são considerados seguros e eficazes.

5. Criança cansada, com sono e uma rotina de muitas tarefas pode ter diagnóstico errado de TDAH?

Verdade.  Outros problemas, como privação de sono, podem causar sintomas semelhantes ao  TDAH , tornando necessário avaliar cuidadosamente diferentes aspectos da vida da criança.

6. Se não tratado na infância, o transtorno pode trazer prejuízos ao desenvolvimento da criança?

Verdade.  O  TDAH  não tratado na infância pode resultar em dificuldades acadêmicas, sociais e emocionais, afetando o desenvolvimento global da criança.

7. O TDAH pode vir associado a outros transtornos?

Verdade. M uitas vezes, ele coexiste com outros transtornos, como de ansiedade, depressão ou distúrbios de aprendizado.

8- O tratamento é pelo resto da vida?

Parcialmente verdade.  Não há cura definitiva para o  TDAH , mas o tratamento eficaz pode gerenciar sintomas. Algumas pessoas precisam de suporte ao longo da vida, enquanto outras podem ver uma diminuição dos sintomas com o tempo.

9. O TDAH pode surgir apenas na vida adulta?

Verdade.  Embora o  TDAH  geralmente seja identificado na infância, pode persistir na vida adulta, ou até se manifestar pela primeira vez nessa fase.

10- Pessoas com o transtorno são mais ou menos inteligentes que as outras?

Mito.  Pessoas com  TDAH  não têm uma inteligência inerentemente maior ou menor, são aspectos distintos.

Bebe.com
Compartilhar
Publicidade
Publicidade