PUBLICIDADE

Versão em 3D de ilha italiana estudará mudanças climáticas

Pesquisadores querem analisar o impacto de fenômenos em Vivara

6 dez 2023 - 13h52
(atualizado às 13h55)
Compartilhar
Exibir comentários

Um grupo de pesquisadores desenvolveu uma versão em 3D de Vivara, uma pequena ilha privada na Itália, que estudará os efeitos das alterações climáticas na região.

O objetivo da análise é elaborar um modelo "geoarqueológico" capaz de mostrar como a natureza responde, em uma área não antropizada, às mudanças climáticas em curso e ao aumento de fenômenos meteorológicos extremos.

O processo de digitalização da ilha, que é de propriedade da família Diana, transformou toda a extensão em um modelo 3D de seu patrimônio emergido e submerso.

Os pesquisadores dizem que essa primeira "cópia digital" da ilha de Vivara permitirá criar as bases metodológicas para uma abordagem moderna ao estudo dos territórios e os impactos de fenômenos complexos.

A região preserva importantes vestígios de povoações que datam da Idade do Bronze, quando Vivara era um local estratégico para o comércio marítimo da Grécia para o Ocidente.

"Extraímos e informações geoespaciais relativas à geologia, botânica e arqueologia, que depois serão processadas em plataformas digitais para análise e visualização de modelos", explicou Leopoldo Repola, coordenador do projeto. .

Ansa - Brasil   
Compartilhar
Publicidade
Publicidade