PUBLICIDADE

Leclerc faz melhor tempo do treino da F1 no Azerbaijão

Charles Leclerc, da Ferrari, lidera o TL2 da F1 no Azerbaijão. Dupla da Red Bull fica logo atrás, mostrando equilíbrio entre as equipes

10 jun 2022 - 12h09
Ver comentários
Publicidade
Leclerc foi o melhor no TL2
Leclerc foi o melhor no TL2
Foto: Ferrari / Twitter

Depois de Sergio Perez dominar o primeiro treino livre e mostrar a força da Red Bull, foi a vez da Ferrari dar o troco e ser mais rápida na segunda sessão do dia. Charles Leclerc, fez a melhor volta da sexta-feira e não foi incomodado em momento algum do treino. O monegasco foi 0s2 mais rápido que Perez e 0s3 melhor que Max Verstappen, que ficaram em 2º e 3º, respectivamente.

O 4º foi Fernando Alonso, da Alpine, que mostrou boa performance nos dois treinos e se colocou numa posição que, em teoria, seria do segundo carro da Ferrari, de Carlos Sainz. Isso se deu, em parte, porque Sainz não fez volta com os pneus macios, de modo que não pôde ir além do 5º melhor tempo.

Confira como foi o TL2 para o GP do Azerbaijão:

Carlos Sainz foi o primeiro a fazer volta rápida, com 1min46s705, de pneus médios. Ainda nos primeiros minutos, Lando Norris escapou na curva 3 e precisou manobrar seu McLaren na estreita área de escape para voltar à pista. Sem maiores consequências.

Perez ficou em 2º
Perez ficou em 2º
Foto: Red Bull / Twitter

Os tempos foram caindo progressivamente. A liderança passou pelas mãos de Fernando Alonso, Yuki Tsunoda e Lewis Hamilton nos minutos seguintes, até ser retomada por Sainz com 10 minutos corridos de treino. A marca de 1min45s118 já era a melhor do fim de semana. Mas não durou muito, já que Charles Leclerc foi à pista pouco depois e amassou o tempo do colega: 1min43s806.

Sainz precisou voltar aos boxes para retirar uma sacola plástica que ficou presa em seu carro. Quando voltou à pista, o espanhol melhorou seu tempo, ainda que tenha ficado 0s468 acima da volta de Leclerc, com o 3º tempo. Perez era o segundo, 0s125 mais lento que o líder, para logo.

Max Verstappen, discreto no fim de semana, era o mais lento dos quatro carros de ponta na primeira metade da sessão. Foi quando o holandês acertou boa volta e superou Perez e Sainz, ficando a apenas 0s030 de Leclerc. Todos usavam pneus médios.

Verstappen foi o 3º
Verstappen foi o 3º
Foto: Red Bull / Twitter

A Mercedes voltava a sofrer com os problemas do porpoising. Na metade do treino, George Russell era o 10º, mais de 2 segundos atrás de Leclerc. Hamilton era o 13º, 2s3 atrás. Ao ser informado pelo rádio sobre a diferença de tempo, o heptacampeão se mostrou inconformado. Mais de dois segundos parecia uma distância instransponível, escancarando que equipe segue longe de sua melhor forma.

Os carros prateados colocaram pneus médios e subiram na tabela. Ainda assim, Russell ficava 0s742 e Hamilton 1s068 acima do tempo de Leclerc, com o agravante de usarem pneus melhores.

As Ferraris e Red Bulls também calçaram os pneus de banda vermelha. Leclerc fez a volta mais rápida e abriu margem na liderança. A volta de 1min43s224 passou a ser a referência do fim de semana. Perez era o 2º, 0s248 atrás. Coincidentemente, os dois cometeram erros logo depois de completarem suas voltas, mas não chegaram a bater. Verstappen era o 3º, 0s356 atrás de Leclerc.

Fernando Alonso foi um dos destaque do dia
Fernando Alonso foi um dos destaque do dia
Foto: Alpine / Twitter

Sainz não completou volta de pneus macios. Na falta do espanhol da Ferrari ocupando o 4º lugar, o espanhol da Alpine o fez: Fernando Alonso ainda acertou uma volta boa com pneus macios, ficando atrás apenas de Leclerc, Perez e Verstappen.

Nos minutos finais, as equipes optaram por fazer simulações de corrida, com pneus médios. O top 10 ficou com Leclerc, Perez, Verstappen, Alonso, Sainz, Gasly, Russell, Tsunoda, Ocon, e Norris.

O terceiro treino livre é no sábado (11), às 8h. A classificação acontece no mesmo dia, às 11h, mesmo horário da corrida, no domingo (12).

Parabólica
Publicidade
Publicidade