PUBLICIDADE

TikTok impulsiona sucesso da AfD entre jovens alemães

11 jun 2024 - 08h48
Compartilhar
Exibir comentários

Pela primeira vez, jovens de 16 anos na Alemanha puderam votar nas eleições para o Parlamento Europeu. Quem melhor conseguiu atingir esse público foi o partido da ultradireita, com sua campanha nas redes sociais.O partido da ultradireita alemã Alternativa para a Alemanha (AfD) avançou em quase todas as faixas etárias nas eleições europeias de 2024, mas seu maior sucesso foi entre os jovens. Na eleição anterior da União Europeia, em 2019, um em cada três eleitores com menos de 24 anos escolheu o Partido Verde, e a AfD obteve apenas 5% do voto jovem. Em 2024, 16% dos jovens votaram na AfD, que é vigiada pelo serviço secreto interno da Alemanha por suspeita de ameaça à democracia. O partido triplicou seus votos nesse grupo demográfico, o que o alçou a quase o mesmo patamar da aliança de centro-direita da União Democrata Cristã CDU) e da União Social Cristã (CSU) .

Inicialmente a AfD havia recebido mal os planos da Alemanha de reduzir a idade para votar para 16 anos nas eleições da UE. Em 2018, chegou a levar a questão a um tribunal no estado da Turíngia, com o argumento de que A Esquerda, os social-democratas (SPD) e os verdes só queriam assegurar poder com a redução da idade de 18 para 16 anos porque a maioria dos jovens votaria neles. O tribunal rejeitou a queixa.

O "partido do TikTok"

Depois disso, a AfD se voltou estrategicamente para os jovens como nenhum outro partido alemão - e isso tem dado resultado. Por meio de campanhas direcionadas nas redes sociais, principalmente no TikTok e no Instagram, conseguiu atingir esse grupo com mensagens emotivas, diretas e fáceis de entender.

O polêmico cabeça de chapa da AfD, Maximilian Krah, usa regularmente o TikTok com mensagens simples e diretas, como "confie em você" e "seja autêntico", que ele vincula a posições políticas: "Não vote verde" e "não acredite que você precisa ser gentil e suave: homens de verdade estão na extrema direita".

Com seus ternos "caretas" e seu lenço no bolso, Krah mais parece um anti-influenciador. Mas ele faz grande sucesso entre o público jovem do TikTok com sua combinação de frases diretas e humor.

Só que Krah não é um influenciador político qualquer no TikTok. O principal candidato da AfD para a eleição na UE é suspeito de receber dinheiro de canais de propaganda russos e de empregar um espião chinês.

Pouco antes da eleição, ele disse a um jornal italiano que nem todos os membros da SS alemã - organização paramilitar ligada ao partido nazista durante a Segunda Guerra Mundial - eram criminosos. A SS foi a principal responsável pelo assassinato em massa de judeus europeus durante a era nazista, de 1933 a 1945.

A indignação com o revisionismo de Krah veio de toda a Europa e até mesmo de outros partidos da extrema direita e da ultradireita europeias. O grupo político ID, ao qual a AfD pertencia no Parlamento Europeu, decidiu expulsar o partido alemão depois das declarações de Krah. Na Alemanha, a liderança da AfD proibiu Krah de fazer aparições na campanha, apesar de ele ser o cabeça de chapa.

Mas os jovens eleitores não estavam interessados nesses escândalos ou nem sequer os notaram.

Democratas sem estratégia

A AfD atinge no Tiktok tantos jovens quanto todos os outros partidos políticos alemães somados. As siglas tradicionais da Alemanha pouco têm a oferecer nessa plataforma para conter a AfD e sua moderna estratégia de mídia social.

Quando o chanceler federal Olaf Scholz fez sua primeira aparição em seu recém-criado canal no TikTok este ano, foi para mostrar sua maleta surrada. O vídeo fez o chanceler parecer fora de sintonia com o universo do TikTok.

Há cinco anos, o principal tema que preocupava os jovens eleitores alemães era o combate à mudança climática. Em 2024, essa questão ficou em segundo plano. De acordo com um estudo recente da Fundação Bertelsmann, eles estão preocupados principalmente com a paz na Europa. A maioria dos jovens de 16 a 25 anos apontou a "garantia da paz" como a questão mais importante.

Mais uma vez, Krah acertou em cheio com sua mensagem simplista num vídeo no TikTok: "A guerra na Ucrânia não é sua guerra. Zelenski não é seu presidente", diz ele. "Mas isso está lhe custando dinheiro e você está correndo o risco de que a Alemanha seja arrastada para essa guerra, e aí você terá que ir lutar no front oriental, onde os irmãos e primos do seu avô perderam a vida..."

Deutsche Welle A Deutsche Welle é a emissora internacional da Alemanha e produz jornalismo independente em 30 idiomas.
Compartilhar
TAGS
Publicidade
Publicidade