PUBLICIDADE

Numero de mortes por covid-19 dobra no RS

Autoridades manifestam preocupação com dados atualizados da doença e alertam para um monitoramento mais rigoroso para controlar a propagação do vírus

5 dez 2023 - 09h04
(atualizado às 09h49)
Compartilhar
Exibir comentários

Novembro trouxe preocupações renovadas sobre a situação da covid-19 no Rio Grande do Sul, com dados recentes apontando um cenário mais desafiador. Os registros atualizados da Secretaria Estadual da Saúde (SES) revelam um aumento substancial no número de óbitos, dobrando de 36 para 72 em comparação com outubro de 2023.

Foto: Freepik / Porto Alegre 24 horas

Quanto aos casos confirmados, houve um ligeiro acréscimo no estado, totalizando 11.932 diagnósticos em novembro, 301 a mais do que no mês anterior. No entanto, essa realidade contrasta nitidamente com novembro de 2022, quando 33.167 pessoas foram contaminadas no RS. Desde o início da pandemia, o estado acumula 3.081.833 casos confirmados e 42.589 óbitos.

Em Porto Alegre, os números também demonstram uma situação variada. Foram registrados 43 casos em novembro, apenas um a menos que em outubro. Em 2022, o mês registrou 122 casos confirmados. O Boletim de Vírus Epidemiológico da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) apontou uma diminuição no número de mortes por covid-19 na capital, caindo de 15 para 11 entre outubro e novembro. Desde o início da pandemia na cidade, foram contabilizados 339.919 casos e 6.748 óbitos.

Os dados de 2023 estão sob atenção especial dos especialistas, especialmente no segundo semestre. Entre setembro e outubro, houve um aumento de 157,6% nos casos confirmados. Os 11.932 registros de novembro representam o maior número desde maio, quando mais de 12,5 mil pessoas foram contaminadas.

A SES ressalta que os dados de novembro ainda não estão consolidados, indicando a possibilidade de um aumento nos números à medida que as informações forem atualizadas. Esse cenário reforça a importância contínua das medidas de precaução e do monitoramento rigoroso para controlar a propagação do vírus.

Porto Alegre 24 horas
Compartilhar
Publicidade
Publicidade