PUBLICIDADE

Mundo

Ucrânia repele ataques russos, mas situação é difícil, diz general

29 fev 2024 - 10h43
Compartilhar
Exibir comentários

As forças ucranianas afastaram tropas russas do vilarejo de Orlivka, a oeste de Avdiivka, mas a situação no front oriental continua difícil, disse o chefe do Exército ucraniano, Oleksandr Syrskyi, nesta quinta-feira.

Orlivka fica a menos de 2 quilômetros a noroeste de Lastochkyne, que foi recentemente ocupada pelas forças russas.

Na semana passada, as forças russas capturaram a cidade estratégica de Avdiivka, no leste da Ucrânia, após um ataque de meses, e estão pressionando várias outras áreas ao longo da linha de frente, segundo as autoridades ucranianas.

Os militares ucranianos disseram esta semana que tinham se retirado de mais dois vilarejos próximos a Avdiivka, perdendo mais território à medida que o apoio de seus aliados ocidentais se torna escasso.

"O inimigo continua com ações ofensivas ativas em muitas áreas da linha de frente. A situação está particularmente tensa nos setores de Avdiivka e Zaporizhzhia", afirmou Syrskyi no aplicativo de mensagens Telegram.

Ele disse que as unidades russas estavam tentando romper as defesas ucranianas e capturar os assentamentos de Tonenke, Orlivka, Semenivka, Berdychi e Krasnohorivka.

Syrskyi, que visitou as tropas no front oriental, disse que alguns comandantes revelaram certas deficiências em sua "consciência situacional e avaliação do inimigo", o que afetou diretamente a sustentabilidade da defesa em certas áreas.

Os militares ucranianos e o presidente Volodymyr Zelenskiy têm dito repetidamente que as tropas estão sem equipamentos militares e munição necessários para repelir os ataques russos devido à falta de ajuda militar dos aliados ocidentais.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
Compartilhar
Publicidade
Publicidade