PUBLICIDADE

Rússia e Ucrânia farão 2ª rodada de negociação em 2 de março

A primeira rodada de negociações que ocorreu na segunda-feira não produziu resultados tangíveis

1 mar 2022 - 11h04
(atualizado às 11h32)
Ver comentários
Publicidade
Autoridades russas e ucranianas participam das negociações na região de Gomel, Bielorrússia, 28 de fevereiro de 2022
Autoridades russas e ucranianas participam das negociações na região de Gomel, Bielorrússia, 28 de fevereiro de 2022
Foto: Sergei Kholodilin/BelTA/Divulgação via REUTERS

A segunda rodada de negociações Rússia-Ucrânia está planejada para 2 de março, quarta-feira, informou a agência de notícias russa TASS nesta terça-feira, 1, citando uma fonte do lado russo.

Após a primeira rodada de negociações que ocorreu na segunda-feira e não produziu resultados tangíveis, os dois lados disseram que se reuniriam novamente nos próximos dias.

6º dia de guerra

O sexto dia da guerra na Ucrânia nesta terça-feira (1º) foi marcado por um grande ataque na cidade de Kharkiv, a segunda maior do país, com uma ação focada nos prédios administrativos localizados no centro da cidade.

Segundo o governo ucraniano, 10 civis morreram na ação e dezenas ficaram feridos, em uma área que não tem nenhum tipo de instalação militar.

"Lançar um míssil na praça central de Kharkiv é uma verdadeira ação terrorista. Assim, a Rússia se tornou um Estado terrorista e peço que todos reconheçam isso. Ninguém vai perdoar isso, ninguém vai esquecer", disse o presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, em uma mensagem em vídeo.

Já a capital Kiev continua a ser cercada, mas não sofreu grandes ataques nas últimas 24 horas. Imagens aéreas divulgadas pela mídia norte-americana mostram uma coluna de tanques de cerca de 64 quilômetros de extensão em direção à capital. Segundo a CNN, a fila se estende "da área ao redor do aeroporto de Antonov (a cerca de 25 km do centro de Kiev) ao sul até Prybirsk ao norte".

*Com informações da Ansa

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
Publicidade
Publicidade