PUBLICIDADE

Queda de avião militar na Ucrânia deixa ao menos 5 mortos

Aeronave das forças armadas ucranianas, que tinha 14 pessoas a bordo, caiu entre Zhukivtsi e Trypillia

24 fev 2022 - 09h55
(atualizado às 10h13)
Ver comentários
Publicidade
Avião militar ucraniano foi derrubado em meio ao conflito com a Rússia
Avião militar ucraniano foi derrubado em meio ao conflito com a Rússia
Foto: Reuters

O Ministério do Interior da Ucrânia informou nesta quinta-feira, 24, que um avião militar das forças armadas do país, que tinha 14 pessoas a bordo, caiu entre Zhukivtsi e Trypillia, no distrito de Obukhiv, no sul de Kiev. A queda causou a morte de cinco pessoas.

Ataque

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, ordenou nesta madrugada um ataque contra a Ucrânia e explosões foram registradas em diversas cidades fora das áreas separatistas do Donbass.

O momento é o mais grave da intensa crise que atinge as duas nações desde 2014, quando os russos anexaram a Crimeia e o conflito separatista se instaurou em áreas de Donetsk e Lugansk.

Em um pronunciamento televisivo, o mandatário afirmou que estava "protegendo" os separatistas, mas o próprio Exército confirmou que os ataques estavam sendo feitos contra bases e locais administrados por Kiev.

"O plano da Rússia não inclui ocupar a Ucrânia", disse Putin. No entanto, o líder russo afirmou que "quem interferir" no país vizinho "pagará" as consequências e acusou os Estados Unidos de terem "ultrapassado" a linha vermelha ao não atender os pedidos de segurança russos e tentar incluir os ucranianos na Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan).

O ministro das Relações Exteriores da Ucrânia, Dmytro Kuleba, afirmou que a ação russa "é de larga escala". "As cidades pacíficas ucranianas estão sob ataque e essa é um guerra. A Ucrânia se defenderá e vencerá: o mundo pode e deve parar Putin e o momento de agir é agora", pontuou

Ansa - Brasil   
Publicidade
Publicidade