PUBLICIDADE

Mundo

Prefeito de São Paulo leva bandeira do RS para papa Francisco

Político vai a seminário do Vaticano sobre mudanças climáticas

14 mai 2024 - 14h09
(atualizado às 14h30)
Compartilhar
Exibir comentários

O prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes (MDB), chegou nesta terça-feira (14) a Roma, na Itália. O alcaide deve ser recebido pelo papa Francisco na quinta-feira (16).

    Ao desembarcar na capital italiana, Nunes publicou um vídeo mostrando objetos que sua comitiva levou para presentear o pontífice. Entre eles estão bandeiras do Brasil, do Rio Grande do Sul e de São Paulo; uma estátua de Nossa Senhora Aparecida e camisas da seleção brasileira e do Palmeiras.

    A delegação ainda pedirá que o Papa abençoe uma estátua de São Paulo, que voltará à cidade, e outra de Nossa Senhora Aparecida, que será presenteada ao Rio Grande do Sul, que sofre em meio a enchentes e inundações. O pontífice doou 100 mil euros (R$ 554 mil) para ajuda humanitária aos desabrigados.

    O Vaticano convidou 20 prefeitos, incluindo Ricardo Nunes, para o seminário "Da crise climática à resiliência climática", onde ele deve apresentar os esforços da capital paulista para mitigar os efeitos das mudanças climáticas.

    "Vamos ter uma participação muito importante aqui, de colocar a cidade nesse contexto e mostrar o trabalho na questão das mudanças climáticas, do meio ambiente e da sustentabilidade, e também termos o encontro com o Papa", disse o político.

    Nunes deve participar de dois painéis, ao lado de chefes do Executivo de cidades como Milão (Itália), Yokohama (Japão) e Valência (Espanha).

    Ele convidou Tomás Covas, filho de Bruno Covas, para a audiência com Francisco. O encontro acontecerá justamente no aniversário de três anos da morte do então prefeito de São Paulo, que foi vítima de câncer em 16 de maio de 2021 e sucedido por Ricardo Nunes, seu vice. .

Ansa - Brasil   
Compartilhar
Publicidade
Publicidade