4 eventos ao vivo

Peru vai deportar turistas que danificaram templo de Machu Picchu

15 jan 2020
08h32
  • separator
  • 0
  • comentários

A polícia peruana informou na terça-feira que vai deportar cinco turistas de Argentina, Chile, Brasil e França por envolvimento em atos que danificaram uma rocha em um muro inca de Machu Picchu, em Cusco, que é considerada uma das novas maravilhas do mundo.

Cidade inca de Machu Picchu, in Cusco
02/12/2014
REUTERS/Enrique Castro-Mendivil
Cidade inca de Machu Picchu, in Cusco 02/12/2014 REUTERS/Enrique Castro-Mendivil
Foto: Reuters

Outro cidadão argentino enfrentará um processo judicial por suposto crime de destruição de bens culturais após assumir ser um "autor direto do ataque", afirmou a polícia.

"No momento, eles estão sujeitos às autoridades de imigração e ao Judiciário, que vão determinar qual será a pena", disse o general Víctor Patiño, chefe da 7ª Região da Polícia de Cusco, à imprensa.

De acordo com a polícia, os seis turistas foram presos por entrarem irregularmente em Machu Picchu e, supostamente, causar a queda de uma pedra do Templo do Sol a uma altura de seis metros. Além disso, um deles defecou em uma área de ruínas pré-hispânicas.

Machu Picchu é uma cidade de pedra construída há cerca de 500 anos pelo Império Inca que dominou essa parte do continente, do sul da Colômbia e do Equador até a área central do Chile.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade