PUBLICIDADE

Mundo

Membro da Força Aérea dos EUA é acusado de divulgar informações confidenciais em site de relacionamento

4 mar 2024 - 20h59
Compartilhar
Exibir comentários

Um membro civil da Força Aérea dos Estados Unidos foi acusado de divulgar informações confidenciais de defesa a uma mulher que conheceu em uma plataforma estrangeira de encontros online, informou o Departamento de Justiça norte-americano nesta segunda-feira.

David Franklin Slater, de 63 anos, foi levado sob custódia em Nebraska na sexta-feira, sob indiciamento federal de três acusações. Ele deve fazer uma primeira aparição no tribunal na terça-feira.

O indiciamento acusa Slater de fornecer material confidencial por email e mensagens online sobre a guerra entre a Rússia e a Ucrânia a uma pessoa que dizia ser uma mulher que vivia na Ucrânia.

Essa pessoa, que chamou Slater de "agente secreto" e "amor informante secreto", não foi identificada pelo nome na acusação.

Slater, que se aposentou como tenente-coronel do Exército dos EUA antes de entrar para a Força Aérea como funcionário civil, foi designado para o Comando Estratégico dos EUA na Base Aérea de Offutt, em Nebraska, segundo o Departamento de Justiça norte-americano.

Se for condenado em um julgamento, Slater poderá pegar até dez anos de prisão federal em cada uma das três acusações da denúncia.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
Compartilhar
Publicidade
Publicidade