PUBLICIDADE

Mundo

Meloni anuncia retorno de Chico Forti, preso nos EUA há 24 anos

Premiê da Itália divulgou vídeo gravado em Washington

1 mar 2024 - 16h12
(atualizado às 16h21)
Compartilhar
Exibir comentários

- A primeira-ministra da Itália, Giorgia Meloni, anunciou nesta sexta-feira (1º) que o italiano Enrico ?Chico? Forti, ex-surfista e produtor de filmes preso na Flórida, Estados Unidos, desde 1998, retornará ao país europeu.

"Estou feliz em anunciar que, após 24 anos de detenção nos Estados Unidos, foi assinada a autorização para a transferência para a Itália de Chico Forti, um resultado do compromisso diplomático deste governo, da colaboração com o estado da Flórida e com o governo dos Estados Unidos, aos quais agradeço?, disse ela, em vídeo.

?É um dia de alegria para Chico, para sua família e para todos nós. Nós prometemos, nós fizemos, e agora esperamos por Chico Forti na Itália?, concluiu, na filmagem feita em Washington, para onde viajou para se reunir com o presidente americano, Joe Biden.

Forti foi condenado à prisão perpétua por assassinato na Flórida em 2000, mas os defensores alegam que houve claras violações no processo, como ele ser ouvido sem a presença de um advogado e sem a notificação da Embaixada da Itália.

Enrico Forti se mudou para Miami na década de 90, constituiu família e começou a investir em imóveis e outros negócios.

Na noite de 15 de fevereiro de 1998, porém, ele foi acusado do assassinato de Dale Pike, filho do dono de uma boate que ele estava comprando. As investigações e a própria decisão de condenar à prisão perpétua apresentam muitas dúvidas e o italiano sempre alegou ter sido vítima de um complô.

 .

Ansa - Brasil   
Compartilhar
Publicidade
Publicidade