PUBLICIDADE

Mundo

Itália prepara acordo de segurança com Ucrânia

Texto buscará estruturar ajuda de Roma a Kiev

22 fev 2024 - 08h45
(atualizado às 13h12)
Compartilhar
Exibir comentários

O vice-premiê e ministro das Relações Exteriores da Itália, Antonio Tajani, disse nesta quinta-feira (22) que o país está perto de assinar um acordo bilateral de segurança com a Ucrânia, alvo de uma invasão russa desde fevereiro de 2022.

Volodymyr Zelensky e Giorgia Meloni durante encontro em Bruxelas, em fevereiro de 2023
Volodymyr Zelensky e Giorgia Meloni durante encontro em Bruxelas, em fevereiro de 2023
Foto: ANSA / Ansa - Brasil

"Estou aqui para informar sobre a vontade de levar adiante a negociação para um acordo de cooperação, segurança e defesa com a Ucrânia, que a premiê [Giorgia Meloni] deve preparar nos próximos dias", declarou Tajani em audiência nas Comissões de Relações Exteriores da Câmara dos Deputados e do Senado.

Segundo o ministro, é "mais importante do que nunca" garantir a Kiev "os meios para se defender" da Rússia. "O acordo que estamos discutindo reitera a independência territorial da Ucrânia e a condenação à agressão russa", acrescentou.

Ainda de acordo com Tajani, o pacto vai dar um caráter "mais estruturado" para as ajudas da Itália a Kiev.

No próximo sábado (24), o presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, deve participar de uma reunião virtual de líderes do G7 organizada pelo governo italiano por ocasião do segundo aniversário da guerra.

A Ucrânia vive um momento delicado no conflito, com a perda de cidades estratégicas para a Rússia e poucos resultados concretos na contraofensiva, o que fez Zelensky trocar o comando das Forças Armadas.

Ansa - Brasil   
Compartilhar
Publicidade
Publicidade