1 evento ao vivo

Itália controla pandemia, mas alerta que crise não acabou

Regiões estão conseguindo controlar a taxa de contágio

6 jun 2020
10h08
atualizado às 10h26
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Um balanço de monitoramento do Ministério da Saúde e do Instituto Superior da Saúde (ISS) da Itália divulgado neste sábado (06) mostrou que o país tem conseguindo controlar a pandemia do novo coronavírus (Sars-CoV-2) mesmo com o relaxamento das duras medidas restritivas.

Itália tem mantido os números da pandemia sob controle desde o mês de maio
Itália tem mantido os números da pandemia sob controle desde o mês de maio
Foto: ANSA / Ansa - Brasil

Com base nos dados da semana entre 25 e 31 de maio, já com indicadores da chamada Fase Dois do combate à Covid-19 que foi iniciada no dia 4 de maio, a taxa de transmissão do vírus (Rt) "mostra valores abaixo de um em todas as regiões". De acordo com diversos estudos internacionais, há um controle da pandemia quando o índice R fica abaixo de um.

"No que atinge a estimativa do Rt, destaca-se que quando o número de casos são muito pequenos podem ser verificadas temporárias oscilações com RT>1 por causa de pequenos focos locais, sem que isso represente necessariamente um elemento preocupante", destaca o documento.

No entanto, a nota técnica do governo italiano ressalta que a crise sanitária ainda não terminou.

"Em quase toda a península são documentados focos de transmissão ativa. Tais dados, que em grande parte são apresentados devido à intensa atividade de monitoramento, de investigação dos casos com identificação e de monitoramento dos contatos mais próximos evidencia, todavia, como a epidemia na Itália não acabou", evidencia o texto.

Para os dois órgãos, a decisão de aplicar o lockdown por todo o território italiano em março "efetivamente permitiu um controle das infecções por Sars-CoV-2", mas ainda persiste, em algumas localidades, "um número elevado de novos casos notificados toda semana, mesmo que estejam em diminuição". Essas constatações, "nos fazem pedir cautela para algumas partes do país onde a circulação do Sars-CoV-2 é ainda relevante".

O ministro da Saúde da Itália, Roberto Speranza, afirmou que "o monitoramento nos mostra que estamos na estrada certa", mas que ainda é necessária "prudência" na reabertura gradual de todos os serviços.

Apesar dos dados desta sexta-feira (05) mostrarem uma alta no número de contágios pelo novo coronavírus, os dados italianos vêm sendo controlados mesmo com o relaxamento das medidas restritivas. Ao todo, o país contabiliza 234.531 casos confirmados da doença e 33.774 mortes.

Veja também:

Bilby, o estranho animal com 'orelhas de coelho' que volta à natureza após quase desaparecer
Ansa - Brasil   
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade