PUBLICIDADE

Mundo

Itália alerta para violência de colonos na Cisjordânia

Ministro apontou comportamento 'insuportável' de 'extremistas'

22 fev 2024 - 09h00
(atualizado às 09h18)
Compartilhar
Exibir comentários

O vice-premiê e ministro das Relações Exteriores da Itália, Antonio Tajani, alertou nesta quinta-feira (22) para a violência de "colonos extremistas" na Cisjordânia, onde Israel espalhou assentamentos judaicos considerados ilegais pela maior parte da comunidade internacional.

"Estamos dando indicações e todo o Ocidente disse para Israel ficar atento aos colonos extremistas que se comportam na Cisjordânia com uma violência que não é suportável", disse Tajani durante uma sabatina promovida pela ANSA.

O ministro ainda declarou que os atentados terroristas do Hamas em 7 de outubro lembraram as práticas do regime nazista e que Israel tem o direito de reagir.

No entanto, ponderou que o Hamas "não é o povo palestino", e os ataques na Faixa de Gaza devem permitir que "a população civil seja protegida de alguma maneira".

"O Hamas a usa como escudo, mas Israel deve levar em conta aspectos humanitários, com uma reação proporcional", acrescentou.

Na última quarta-feira (21), o embaixador de Israel em Roma, Alon Bar, afirmou que sempre ouve "com atenção" as considerações de Tajani, tido como "um amigo" do país judeu.

"Estou de acordo com o fato de que nosso esforço deve se concentrar na redução das vítimas civis em Gaza, aumentando a quantidade de ajuda", declarou o diplomata na ocasião.

Ansa - Brasil   
Compartilhar
Publicidade
Publicidade