PUBLICIDADE

Mundo

ITA e Lufthansa devem apresentar novas garantias sobre acordo

Propostas até o momento foram consideradas insuficientes pela UE

18 mai 2024 - 12h18
(atualizado às 12h24)
Compartilhar
Exibir comentários

As companhias aéreas ITA Airways e Lufthansa deverão apresentar novas propostas para tentar viabilizar a aprovação da União Europeia para o plano de fusão.

    A próxima semana deve ser decisiva para melhorar o pacote de compromissos já apresentados à autoridade antitruste europeia, segundo fontes próximas ao caso.

    Apesar de as companhias já terem apresentado uma série de medidas e concessões, o plano foi considerado insuficiente. Sem melhorias, a operação de aquisição de uma participação de 41% na ITA Airways pela empresa alemã deverá ser rejeitada.

    O objetivo das garantias é eliminar possíveis problemas concorrenciais. Até o momento, as principais propostas preveem a cessão de 11 pares de slots aeroportuários no aeroporto de Milão-Linate para concorrentes como a low cost Easyjet, e congelar a aliança por dois anos em rotas internacionais de Roma-Fiumicino para Estados Unidos e Canadá, continuando a operar como concorrentes.

    Os slots aeroportuários são permissões para que a companhia aérea use toda a infraestrutura necessária para sua operação, entre pousos e decolagens, em grandes aeroportos, em horários de grande movimento.

    A expectativa é de que o Poder Executivo da UE tome uma decisão até 4 de julho. .

Ansa - Brasil   
Compartilhar
Publicidade
Publicidade