PUBLICIDADE

Mundo

Inflação se mantém estável na Itália em fevereiro

Redução da pressão sobre alimentos contribuiu para o resultado

1 mar 2024 - 07h42
(atualizado às 10h57)
Compartilhar
Exibir comentários

A inflação na Itália se manteve estável em fevereiro, após uma aceleração em janeiro, segundo dados preliminares divulgados nesta sexta-feira (1º) pelo Instituto Nacional de Estatística (Istat).

De acordo com o órgão, o Índice de Preços de Consumo para a Coletividade (NIC) fechou o segundo mês do ano com alta de 0,1% na comparação com janeiro e de 0,8% em relação a igual período do ano passado.

No mês anterior, a inflação também havia registrado crescimento de 0,8% na comparação anual e de 0,3% sobre dezembro.

"A estabilização do ritmo de crescimento dos preços ao consumo se deve principalmente ao alívio das tensões sobre preços de bens alimentares, cujos efeitos compensam o enfraquecimento dos impulsos desinflacionistas nos bens energéticos", explicou o Istat.

Em janeiro, os bens energéticos tiveram deflação de -20,5% sobre igual período do ano passado, índice que passou para -17,3% em fevereiro.

Já a inflação anualizada dos alimentos não manufaturados foi de 7,5% em janeiro para 4,5% em fevereiro, enquanto a dos manufaturados caiu de 4,5% para 3,8%.

Ansa - Brasil   
Compartilhar
Publicidade
Publicidade