PUBLICIDADE

Mundo

Enviado da China aos EUA pede cooperação e cita desafios "severos"

21 abr 2024 - 16h00
Compartilhar
Exibir comentários

O embaixador da China nos Estados Unidos instou as duas superpotências a cooperarem na melhoria das relações, mesmo quando "enfrentam sérios desafios" em uma série de questões.

Pequim espera trabalhar com Washington para que as relações possam avançar num caminho estável, saudável e sustentável, mas os dois devem estabelecer conjuntamente um entendimento correto, disse Xie Feng num fórum da Universidade de Harvard, de acordo com um comunicado divulgado pela Embaixada da China em Washington neste domingo.

O secretário de Estado, Antony Blinken, visitará a China a partir de quarta-feira para conversas abrangentes, incluindo sobre a crise do Médio Oriente, a guerra Rússia-Ucrânia e as tensões no Mar do Sul da China.

"A China não aposta que os Estados Unidos irão perder, interferir nos seus assuntos internos ou nas eleições, e está disposta a ser parceira e amiga dos Estados Unidos", disse Xie na conferência.

"Se os Estados Unidos continuarem a interferir nos assuntos internos da China e a prejudicar os interesses da China em questões relacionadas com Taiwan, Hong Kong, Xinjiang, Tibete e o Mar da China Meridional, como poderemos manter o resultado final das relações bilaterais, não importa quantas grades de proteção estão instaladas?"

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
Compartilhar
Publicidade
Publicidade