PUBLICIDADE

Mundo

Bombeiros do Texas combatem incêndio florestal antes de vento retornar

1 mar 2024 - 19h28
Compartilhar
Exibir comentários

Por Leah Millis, Brendan O'Brien e Rich McKay

CANADIAN, Texas, 1 Fev (Reuters) - Bombeiros da região de Panhandle, no Estado norte-americano do Texas, estavam lutando nesta sexta-feira contra focos de fogo após o maior incêndio florestal da história da região ter atingido áreas usadas para a pecuária, tentando evitar que um esperado aumento do vento alimente as brasas novamente.

O incêndio já atingiu mais de 1 milhão de acres, de acordo com dados do Serviço A&M Forest, fornecidos na quinta-feira.

As chamas, que estão concentradas na região rural de Canadian, no Texas, que tem uma população de apenas 2.600 pessoas, espalharam-se até a fronteira do Estado com o Oklahoma, mataram duas pessoas, incendiaram dezenas de casas e transformaram pastos em cinzas.

Cenas apocalípticas de milhares de cadáveres de gado chocaram nesta sexta-feira a então próspera região de Canadian, de acordo com Wes Avent, que é dono de uma loja de suprimentos rurais.

"Agora, nossa maior tarefa é alimentar o gado que sobreviveu", afirmou Avent. "Precisamos levar comida e feno para esses caras o mais rápido possível."

Embora os bombeiros tenham controlado parte do incêndio, o perigo ainda não passou, de acordo com Sean Dugan, porta-voz do serviço florestal: "Estamos analisando os próximos dias quentes e secos, e que terão vento", afirmou. "Esses combustíveis pesados voltarão a ganhar vida com o tempo seco e com o vento, alimentando as brasas e levando-as para combustíveis que ainda não queimaram."

Até ao momento, foram destruídas entre 400 e 500 estruturas, com base numa "avaliação preliminar" que provavelmente mudará, disse o governador do Texas, Gregg Abbott, numa conferência de imprensa nesta sexta-feira.

"Enfrentamos enormes perigos potenciais de incêndio à medida que nos aproximamos deste fim de semana", disse Abbott. "Ninguém pode baixar a guarda."

Entre as duas pessoas que morreram está uma mulher que não resistiu aos ferimentos na quinta-feira, de acordo com relato de sua família no website GoFundMe.com. Ela foi levada a um centro de queimados em Oklahoma City após ser coberta por chamas e fumaça enquanto dirigia em Pampa, no Texas, na terça-feira, de acordo com informações da imprensa local.

Uma mulher de 83 anos do Condado de Hutchinson, a nordeste de Amarillo, também morreu, de acordo com os veículos de comunicação da região.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
Compartilhar
Publicidade
Publicidade