PUBLICIDADE

Mundo

Ataque israelense em Rafah deixa ao menos 22 mortos

Vítimas em Gaza ultrapassaram a marca de 34 mil, diz Hamas

21 abr 2024 - 10h57
(atualizado às 11h21)
Compartilhar
Exibir comentários

Um ataque efetuado pelas forças israelenses em Rafah, no sul da Faixa de Gaza, matou pelo menos 22 pessoas.

De acordo com a agência de notícias palestina Wafa, entre as vítimas do bombardeio que atingiu várias casas da cidade do enclave estão 18 menores de idade.

O Ministério da Saúde de Gaza, controlado pelo grupo fundamentalista islâmico Hamas, afirmou que pouco mais de 34 mil pessoas foram mortas na região desde o dia 7 de outubro.

Em meio a escalada do conflito no Oriente Médio, principalmente depois das tensões entre Israel e Irã, o ministro das Relações Exteriores da Itália, Antonio Tajani, destacou a necessidade de "acalmar" a situação.

"Falei com o ministro das Relações Exteriores iraniano antes do ataque. Não descartamos a chance de conversar nos próximos dias, porque apesar de termos posições e ideias diferentes, devemos tentar acalmar a tensão", analisou o vice-premiê.

A agência de notícias iraniana Irna informou que o chanceler do país, Hossein Amirabdollahian, apelou junto com seu homólogo omanense, Sayyid Badr Al-Busaidi, por um cessar-fogo imediato em Gaza para o envio de ajuda humanitária ao enclave palestino. .

Ansa - Brasil   
Compartilhar
Publicidade
Publicidade