PUBLICIDADE
URGENTE
Saiba como doar qualquer valor para o PIX oficial do Rio Grande do Sul

Mercado de embalagens projeta crescimento de 1,6% até 2024

Especialista da Alper Embalagens comenta crescimento do setor que segue aquecido e possui projeção de melhora para o próximo ano, além de fatores que podem influenciar tal projeção como inovação e tecnologia.

10 jan 2024 - 09h55
Compartilhar
Exibir comentários

O mercado de embalagens no Brasil vem crescendo nos últimos anos, impulsionado por diversos fatores, como o aumento do consumo, a inovação tecnológica e a preocupação com a sustentabilidade De acordo com dados da Mordor Intelligence, o setor registra um CAGR (Taxa de Crescimento Anual Composta) de 4,20% durante o período de previsão de 2023 a 2028.

Foto: Acervo da empresa / DINO

Esse aumento também está intimamente ligado à atividade econômica do país, ao poder de consumo do brasileiro e às tendências culturais.

Esses elementos desempenham um papel fundamental no impulsionamento ou desaceleração da indústria como um todo. Entre 2014 e 2018, o setor de embalagens registrou um crescimento médio de 1,1% ao ano, e a perspectiva da ABRE é de ser ainda maior nos próximos anos, com uma previsão de alcançar 1,6% até 2024.

Para Alexandre Gorla, especialista em Consultoria da Alper Embalagens, este crescimento também pode estar atrelado a força que tem o mercado de embalagens, que oferece ao consumidor segurança, higiene e praticidade. "É importante sempre buscar soluções para entender e atender a necessidade do mercado e dos consumidores.", comenta o especialista.

Embalagens e sustentabilidade

Diante do crescimento da indústria de embalagens e plásticos, pode surgir a preocupação quanto à poluição e meio ambiente e, em meio a esta demanda, o mercado também busca adaptações para não somente atender demandas, mas contribuir para o meio ambiente. Uma pesquisa realizada pela PICPlast em parceria com a ABIPLAST e noticiada pelo portal Exame apontou que só em 2021 mais de 23,1% dos resíduos plásticos pós-consumo foram reciclados, representando 1 milhão de toneladas. Alexandre Gorla também reforça a importância das empresas do segmento se preocuparem cada vez mais com ações que contribuem para o meio ambiente: "Cuidar do nosso planeta é um dever de todos", finaliza.

Sobre a Alper Embalagens

Fundada há 10 anos por Altair Júnior e sua esposa, Tatiana Santos, a Alper se tornou uma distribuidora e possui atuação nas regiões da Baixada Santista, Vale do Ribeira, Vale do Paraíba, Litoral Norte, grande São Paulo e ABC Paulista e projeta expansão para demais localidades. A empresa também possui um showroom localizado em Santos, São Paulo, para exposição dos produtos.

Website: https://www.alperembalagens.com.br/

DINO Este é um conteúdo comercial divulgado pela empresa Dino e não é de responsabilidade do Terra
Compartilhar
Publicidade
Publicidade