PUBLICIDADE
URGENTE
Saiba como doar qualquer valor para o PIX oficial do Rio Grande do Sul

Lula: "o que o governo de Israel está fazendo contra o povo palestino não é guerra, é genocídio"

Presidente deu a declaração em um evento da Petrobras, no Rio de Janeiro

23 fev 2024 - 20h48
Compartilhar
Exibir comentários

O presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, voltou a deferir críticas à conduta de Israel no conflito contra os palestinos, na Faixa de Gaza. Durante o evento do programa "Seleção Petrobras Cultural - Novos Eixos", no Museu de Arte moderna do Rio de Janeiro, o mandatário descreveu as ações israelenses como "genocídio".

Presidente comparou as ações de Israel à Alemanha Nazista
Presidente comparou as ações de Israel à Alemanha Nazista
Foto: Canal Gov/Reprodução / Perfil Brasil

"Eu quero dizer para vocês que eu não troco a minha dignidade pela falsidade. E quero dizer para vocês que eu sou favorável à criação do Estado palestino livre e soberano. Que possa, esse Estado palestino, viver em harmonia com Israel. E quero dizer mais: o que o governo de Israel está fazendo contra o povo palestino não é guerra, é genocídio, porque está matando mulheres e crianças", disse Lula.

No último domingo (18), Lula voltou as atenções do mundo à sua fala durante sua visita à capital da Etiópia, Adis Abeba. Na ocasião, o presidente brasileiro comparou as ações de Israel à Alemanha Nazista. "O que está acontecendo na Faixa de Gaza e com o povo palestino não existe em nenhum outro momento histórico. Aliás, existiu: quando o Hitler resolveu matar os judeus", proferiu.

A declaração causou uma profunda crise diplomática entre Israel e Brasil. Logo após, Lula foi considerado persona non grata no país. Domesticamente, mais de cem deputados tanto da oposição quanto da base do Governo assinaram um pedido de abertura de processo de impeachment do presidente.

Perfil Brasil
Compartilhar
Publicidade
Publicidade