PUBLICIDADE

França organiza caçada a traficante que fugiu após emboscada cinematográfica

Mohamed Amra, de 30 anos, é um dos criminosos mais procurados do país; ele possui antecedentes de tráfico de drogas, roubo, extorsão, violência e organização criminosa

15 mai 2024 - 11h33
(atualizado às 13h03)
Compartilhar
Exibir comentários

Forças de segurança francesas estão em uma intensa busca pelo traficante Mohamed Amra, apelidado de "A Mosca", após sua cinematográfica fuga no norte do país. Homens armados emboscaram um veículo policial em um pedágio, resultando na morte de dois policiais, Arnaud García, 35, e Fabrice Moello, 52, e ferimento de outros três.

Criminoso Mohamed Amra, de 30 anos
Criminoso Mohamed Amra, de 30 anos
Foto: The Independent/Reprodução / Perfil Brasil

O ministro do Interior, Gerald Darmanin, descreveu os esforços como "sem precedentes", com centenas de policiais envolvidos na operação. A Interpol emitiu um alerta vermelho contra Amra nesta quarta-feira (14).

Darmanin expressou esperança na captura de Amra nos próximos dias. Cerca de 450 agentes estão envolvidos nas buscas. O ataque ocorreu em Val-de-Reuil, no norte da França, e está ligado ao tráfico de drogas, uma ameaça crescente na Europa. Amra possui um extenso histórico criminal desde os 15 anos, com 13 condenações registradas.

Imagens capturaram a fuga do traficante

No vídeo, pode-se observar um SUV preto colidindo frontalmente com uma van na saída de um pedágio. Logo em seguida, homens armados saem do veículo, apontando armas automáticas para a van. Eles retiram Amra do veículo e incendeiam ambos os veículos antes de fugir do local.

Amra foi condenado por roubo em 10 de maio e estava detido em uma prisão no norte do país. O traficante já havia sido indiciado em Marselha por um sequestro que resultou em morte, conforme o escritório da Promotoria de Paris.

De acordo com uma fonte policial em Marselha, Amra está associado à poderosa gangue "Blacks" da cidade. O gabinete anti-contrabando (OFAST) considera-o um traficante de nível 1, com relações internacionais.

Perfil Brasil
Compartilhar
Publicidade
Publicidade