PUBLICIDADE

Urna com voto em papel no Amazonas atrasa fim da apuração das eleições no país

Seção eleitoral em Coari, zona rural do Estado, teve votação manual após problema na urna eletrônica e contagem não teve início; entenda

3 out 2022 - 17h27
(atualizado às 17h49)
Compartilhar
Exibir comentários
Urna eletrônica precisou ser substituída pela votação em cédula em Coari e atrasa apuração nacional
Urna eletrônica precisou ser substituída pela votação em cédula em Coari e atrasa apuração nacional
Foto: Reuters

Apenas uma seção eleitoral em todo o Brasil ainda não teve suas urnas 100% apuradas. Estamos falando de uma seção em Coari, localizada na zona rural do Amazonas, há 450 km de Manaus. Lá o voto foi em papel e a contagem de votos ainda não teve início, por dificuldades no transporte da urna.

Como confirmado pelo Tribunal Superior Eleitoral ao Terra, uma urna na seção de Coari apresentou problemas durante este domingo, 2, de eleições e precisou ser substituída por voto em cédula.

A seção em Coari é de difícil acesso e se dá por via aérea ou fluvial. Quando o Tribunal Regional Eleitoral de Amazonas (TRE-AM) tomou conhecimento da situação e acionou as Forças Armadas, já não era possível acionar o transporte aéreo, por meio de helicóptero, por ser de noite.

Desse modo, na manhã desta segunda-feira, a urna seguiu para a Justiça Eleitoral do Amazonas por via fluvial. Porém, o rio do local está com nível baixo de água e deixou o caminho mais demorado. A previsão é que a urna chegue no local ainda nesta tarde e que, a partir disso, se inicie a contagem dos votos.

Desde 9 horas da manhã desta segunda-feira, 3, as apurações de votos estão congeladas em 99,99% no Amazonas no sistema virtual de acompanhamento das eleições 2022 do TSE.

No total, de acordo com o TSE, foram 7.454 seções eleitorais no Amazonas, divididas em 60 zonas. Treze delas ficaram concentradas na capital, Manaus. Mas a maioria, 47, foram distribuídas em municípios do interior. 

Resultados

Com 99,99% das urnas apuradas, foi decretado 2º turno para as eleições ao Governo do Amazonas. Wilson Lima (União Brasil), atual governador, segue na disputa com Eduardo Braga (MDB). Wilson Lima conquistou pouco mais de 819 mil votos válidos (42,82%) e Eduardo Braga recebeu cerca de 401 mil votos (20,83%).

Já para o Senado, Omar Aziz, do PSD, foi eleito no Amazonas. Ele conquistou mais de 783 mil votos (41,42%). Omar Aziz, de 64 anos, foi reeleito pela segunda vez ao cargo. Na sequência, em segundo lugar, ficou o Coronel Menezes (PL), com cerca de 737 mil votos válidos (38,98%).

Por enquanto, no total, foram 138.205 (6,55%) votos nulos, 58.254 (2,76%) votos brancos e 532.470 (20,15%) abstenções.

Fonte: Redação Terra
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade