PUBLICIDADE

Transformação na educação no Brasil: é hora das edtechs

As edtechs estão desempenhando um papel crucial na democratização do acesso à educação de qualidade

30 nov 2023 - 06h10
Compartilhar
Exibir comentários
Foto: Reprodução

A educação no Brasil está passando por uma transformação significativa, impulsionada pelo crescimento das edtechs. Estas startups de tecnologia educacional estão redefinindo o aprendizado e a gestão educacional, tanto em instituições de ensino quanto no ambiente corporativo. Segundo o Mapeamento de Startups 2023 da ABSTARTUPS e Deloitte, as edtechs já lideram o ecossistema com 10,3%, evidenciando sua importância e crescimento contínuo.

As edtechs estão promovendo uma educação mais personalizada e adaptativa. Utilizando plataformas que analisam o desempenho do estudante, elas possibilitam um ensino ajustado às necessidades individuais. Essa abordagem é extremamente benéfica em escolas com diversidade de habilidades e ritmos de aprendizado. Além disso, oferece aos professores dados valiosos para desenvolver estratégias de ensino mais efetivas.

No ambiente corporativo, a revolução é igualmente impactante. As edtechs oferecem programas de e-learning customizados e plataformas de gestão de aprendizado que ajudam as empresas a desenvolver competências alinhadas aos seus objetivos. Isso resulta em maior produtividade e capacidade de adaptação às mudanças do mercado.

As tecnologias emergentes, como realidade aumentada, realidade virtual e inteligência artificial, estão sendo incorporadas para criar experiências de aprendizado mais imersivas e interativas. Essas ferramentas são usadas em universidades para simulações e treinamentos práticos, e em escolas para enriquecer o ensino de disciplinas variadas.

Outro aspecto inovador, é a incorporação da gamificação no processo educacional. A gamificação utiliza elementos de jogos para engajar e motivar alunos, tornando o aprendizado mais atraente e divertido. Essa abordagem tem mostrado resultados positivos, especialmente com o público que nasceram na era digital, aumentando a retenção e a absorção do conhecimento. O que antes era visto como “coisa de criança”, hoje se mostra uma ferramenta indispensável tanto não ambiente escolar quanto nas empresas.

Além disso, as edtechs estão desempenhando um papel crucial na democratização do acesso à educação de qualidade. Com cursos online e recursos educacionais abertos, elas tornam o aprendizado acessível a um público mais amplo, incluindo aqueles em regiões remotas ou com recursos limitados. Tecnologias assistivas também estão ajudando a superar barreiras para estudantes com deficiências, promovendo inclusão e igualdade no acesso à educação.

Em resumo, as edtechs no Brasil estão não apenas oferecendo soluções inovadoras que atendem às necessidades modernas de aprendizado, mas também promovendo inclusão e acessibilidade. Com a contínua evolução dessas tecnologias, espera-se que elas sigam impulsionando avanços significativos na educação brasileira, tanto em ambientes acadêmicos quanto corporativos.

(*) Danilo Parise é CEO e co-fundador da Ludos Pro, plataforma de gestão de aprendizagem gamificada.

Homework Homework
Compartilhar
Publicidade
Publicidade