PUBLICIDADE

Educação: Justiça manda plataformas removerem posts de Boulos contra Nunes

O MDB pediu à Justiça Eleitoral a remoção de publicações que insinuam que o prefeito não aplicou o orçamento destinado à Educação de forma legal

15 mai 2024 - 12h27
Compartilhar
Exibir comentários

O Diretório Municipal do MDB de São Paulo ajuizou nova ação contra o deputado federal Guilherme Boulos por fake news; ele é pré-candidato a prefeito pelo Psol na capital paulista.

O prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes (MDB), e o deputado Guilherme Boulos (Psol
O prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes (MDB), e o deputado Guilherme Boulos (Psol
Foto: SP) - Agência Brasil / Perfil Brasil

O partido do prefeito Ricardo Nunes pediu à Justiça Eleitoral a remoção de postagens em plataformas on-line por insinuarem que ele não aplicou o orçamento destinado à Educação de forma legal. Isto poderia tornar Nunes inelegível no pleito de outubro de 2024.

Segundo o advogado Ricardo Vita Porto, que representa o MDB, Nunes não é réu em nenhuma ação envolvendo o setor da Educação e não teve nenhuma de suas contas rejeitadas pelos órgãos fiscalizadores. "É absolutamente mentirosa a afirmação de que o prefeito de São Paulo poderia ficar inelegível", complementa.

MDB rejeita o termo "pedalada"

Durante uma live, na quinta-feira (9), em seu canal no YouTube e em suas redes sociais, Boulos acusou Nunes de promover "pedalada" na Educação. Segundo o MDB, sua fala está baseada em números incoerentes, o que pode confundir o eleitor quanto à aplicação do orçamento da pasta. Veja o post abaixo:

Enrico Misasi, presidente do Diretório Municipal do MDB de São Paulo, classificou as denúncias como "irresponsáveis" e lembra que, foi no governo de Marta Suplicy (PT), quando prefeita (2001-2004), que os recursos da Educação passaram de 30% para 25%.

Posição da pré-campanha de Boulos sobre a ação

A equipe do candidato Guilherme Boulos divulgou comunicado acerca da ação ajuizada pelo Diretório do MDB da capital paulista. No documento, afirma que irá recorrer da liminar.

Perfil Brasil
Compartilhar
Publicidade
Publicidade