0

Tecnologia identifica fibrilação atrial, uma das principais causas de AVC

4 jul 2019
11h36
  • separator
  • 0
  • comentários

Alinhada a um dos principais temas do Congresso anual da Sociedade de Cardiologia do Estado de São Paulo (Socesp), a "Tecnologia no mercado de saúde", a MedLevensohn esteve presente ao evento com o Microlife Afib, aparelho revolucionário capaz de detectar a Fibrição Atrial (FA) em poucos minutos.

Foto: Divulgação / DINO

O funcionamento do device é bastante simples: por meio de uma aferição de pressão arterial, ele identifica a arritmia que mais ocasiona Acidente Vascular Cerebral (AVC) de causa tromboembólica. Segundo o Ministério da Saúde, o AVC é a segunda maior causa de mortes no Brasil, além de ser a doença que mais debilita pacientes.

Conforme explica o médico consultor da MedLevensohn, Alexandre Chieppe, a identificação prévia e o início do tratamento correto fazem com que as consequências da FA sejam totalmente evitáveis. Os episódios de AVC relacionados à FA tendem a ser mais graves, porque há maior chance de ocorrer um infarto associado de maior impacto ao organismo. "Existe, também, acréscimo no risco de morte hospitalar e na recorrência da doença", afirma o especialista.

O AVC pode deixar sequelas e limitações nos indivíduos e exige, muitas vezes, um longo período de reabilitação até que o paciente retorne às atividades cotidianas. Segundo o CEO da MedLevensohn, José Marcos Szuster, o Afib pode ser incluído na rotina de triagem, monitoramento e tratamento em emergências, em Unidades Básicas de Saúde (UBS), clínicas e hospitais.

Poucas situações na medicina são tão significativas quanto a detecção oportuna da FA, já que possibilita a correção de um fator de risco grave com muita rapidez. Mais de 25% dos pacientes portadores de fibrilação atrial não apresentam nenhum sinal ou sintoma clínico, dificultando muitas vezes o correto diagnóstico. "Após o rastreio da FA, o paciente pode ser encaminhado a um especialista, que deve solicitar a realização de um eletrocardiograma, somente para confirmar o diagnóstico do Afib, e inicia-se, assim, o tratamento", comenta Szuster.

Segundo Diego Hernandez, gerente de produtos da MedLevensohn, o aparelho é diferente do que os que se apresentam atualmente no mercado. "É fácil de ser usado, pequeno e mais barato do que uma máquina grande, além de poder ser utilizado como um adicional à aferição comum de pressão e temperatura, por exemplo, em triagens de hospitais", afirma.

Além do Microlife Afib, a MedLevensohn expôs no evento diversos outros produtos, como os testes rápidos de detecção de Dengue, Malária, HIV, Sífilis, Hepatites A e B, Troponina I Cardíaca e Influenza A e B (H1N1), e os monitores de Colesterol, Glicemia e Diabetes, por exemplo.

Sobre a MedLevensohn

Distribuidora brasileira especializada em saúde, que oferece, além de sistema de testes rápidos, produtos e serviços que auxiliam no diagnóstico, monitoramento e tratamento de doenças cardiovasculares, diabetes, hipertensão arterial, colesterolemia e Acidente Vascular Cerebral (AVC). 

No mercado há mais de 15 anos, é distribuidora e importadora Master Dealer, referência de alta tecnologia, segurança, agilidade e preço competitivo na promoção da qualidade de vida e bem-estar de seus clientes e parceiros. Em 2019, conquistou a marca de um bilhão de tiras de glicemia On Call Plus distribuídas no Brasil. Isso torna a empresa a maior distribuidora da fábrica Acon no mundo, superando, inclusive, companhias chinesas.

Está presente em todo o território nacional, por meio da sua Rede de Distribuição. Possui sede no Rio de Janeiro, um Centro de Distribuição em Serra (ES) e filiais em São Paulo e Belo Horizonte. Também presta serviços em nível nacional para órgãos públicos, setor hospitalar, varejista e público médico.



Website: https://www.supersaudavelshopping.com.br/

DINO Este é um conteúdo comercial divulgado pela empresa Dino e não é de responsabilidade do Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade