PUBLICIDADE

Procura por crédito consignado cresce durante pandemia de coronavírus

Nessa fase clientes que eram muito resistentes a empréstimos estão mudando o seu ponto de vista

27 abr 2020 16h39
ver comentários
Publicidade

A proposta no aumento do tempo de carência anunciado nos últimos dias pela Federação Brasileira dos Bancos (Febraban) e o fato de esse tipo de transação ter uma taxa de juros fixa e o menor custo para o consumidor, já que, como o desconto da prestação é feito diretamente da folha de pagamento ou do benefício previdenciário do contratante, ela oferece maior garantia aos bancos e exige um custo menor de operação, estão entre os principais fatores que levam as pessoas a procurarem esse tipo de empréstimo, que desde o começo da crise gerada pela Covid-19 já bateu a marca dos R$ 130 bilhões. "Aumentamos nossa produção em 30% desde o início da pandemia", conta Heitor Abreu Nunes, diretor da Central Consignações, empresa que atua no segmento de crédito consignado para aposentados e pensionistas do INSS há 10 anos e já atendeu mais de 157 mil clientes.

De acordo com Nunes, reformas pequenas, tratamentos de saúde, amparo a familiares e troca de dívidas caras e com risco pelo consignado, que não oferece esse perigo, estão entre as principais razões pelas quais as pessoas estão optando por esse tipo de produto. No que diz respeito ao perfil do público, a maior parte tem entre 40 e 60 anos e faz parte das classes B, C, D e E. "Se o cliente estiver regularizado e desbloqueado no INSS, a liberação do empréstimo acontece em até 72 horas", conta. Além da agilidade do processo e a menor burocracia envolvida nele, a Central Consignações ainda se preocupa com a transparência, explicando aos clientes os seus produtos com uma linguagem simples, descomplicada e objetiva, o que faz com que o interesse pelo crédito consignado se torne ainda maior.

Outra vantagem da empresa é que o sistema para fazer um empréstimo é muito simples. Basta entrar no site, realizar uma simulação do processo que acontece em minutos e, em seguida, preencher o formulário para dar mais detalhes sobre o que necessita. Com esses dados em mãos, um dos consultores financeiros entra em contato para orientar o cliente com tudo o que for necessário. Por fim, depois da aprovação do consumidor, sem burocracia ou análise de crédito, é dado início ao processo e em até 48 horas o crédito está disponível. E, em tempos de pandemia, a Central Consignações se preparou para atender de forma totalmente digital, permitindo que seus clientes possam fechar sua proposta sozinhos, sem a intervenção de um humano com a ajuda da atendente virtual da empresa, a Dri, e acompanhar toda a evolução do processo pelo aplicativo.



Website: http://www.centralconsignacoes.com.br/

DINO Este é um conteúdo comercial divulgado pela empresa Dino e não é de responsabilidade do Terra
Publicidade
Publicidade