0

Prefeitura de município baiano firma PPP para distribuir 15 milhões de mudas de palma a produtores rurais, reporta Felipe Montoro Jens

As mudas poderão ser utilizadas, principalmente, para a alimentação animal

21 mar 2018
14h52
  • separator
  • comentários

Com a escassez dos recursos públicos, as Parcerias Públicos-Privadas (PPPs) têm assumido um papel cada vez mais importante nos diferentes setores da sociedade. As PPPs configuram-se como um meio do governo minimizar os efeitos da falta de subsídios suficientes para a população. Um exemplo dessa situação aconteceu no último dia 19 de janeiro, quando a Prefeitura Municipal de Vitória da Conquista (BA) firmou uma PPP que prevê a utilização de um terreno de 20 hectares para a plantação de mudas de palma na zona rural da cidade. Quem destaca o assunto é o especialista em Projetos de Infraestrutura, Felipe Montoro Jens.

A PPP integra o projeto "Palmas para Conquista", que busca reduzir os efeitos da seca na região. Os 20 hectares cedidos por um produtor da região dos Quatis dos Fernandes, senhor Jailton Moreira, para a prefeitura de Vitória da Conquista deve proporcionar o plantio de 15 milhões de mudas de palma por ano. As palmas serão distribuídas entre os pequenos produtores e poderão ser utilizadas, principalmente, para a alimentação animal, explica Felipe Montoro Jens.

Para o senhor Jailton, colaborar com o projeto é uma grande satisfação. "Nós passamos por mais de seis anos de seca e quase tivemos que exterminar nossa pecuária. Essas medidas são altamente necessárias para que a pecuária mantenha-se e desenvolva-se", ponderou o produtor.

Segundo o coordenador de Fomento à Agricultura Familiar, Reuber Matos, o grande problema enfrentado pelos produtores para o cultivo da palma está tanto no preço da semente, quanto nas técnicas de manejo. O especialista Felipe Montoro Jens reproduz que o objetivo do projeto "Palmas para Conquista" é justamente driblar essas dificuldades. "O produtor que plantar as mudas que a Prefeitura vai ofertar poderá plantar até meio hectare de palma, e com isso será possível criar 150 ovelhas ou cabras ou 20 vacas leiteiras. Sem dúvida nenhuma, isso terá um impacto muito positivo na economia da zona rural. E, por consequência, evita o êxodo rural", ressaltou Matos.

Mudas resistentes à praga

Um ponto muito positivo das mudas que serão distribuídas pelo Governo Municipal é que elas são resistentes a uma praga que está exterminando palmais em toda a região Nordeste, enfatiza Felipe Montoro Jens. Sendo assim, um dos objetivos da iniciativa é contribuir com o fim da progressão dessa praga, afirmou o secretário municipal de Agricultura, Paulo César. "Queremos introduzir variedades que não são suscetíveis à praga para estabelecer um novo método de plantio, que multiplica em até cinco vezes a capacidade produtiva da área. É uma revolução muito grande, que trará muitos benefícios para o povo do campo. "

O município de Vitória da Conquista

Segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a cidade baiana tem uma população estimada (2017) de 348.718 pessoas - no último censo (2010), o número de habitantes de Vitória da Conquista já chegava a 306.866, conclui o especialista em Projetos de Infraestrutura, Felipe Montoro Jens.



Website: http://www.felipemontorojens.com.br
DINO Este é um conteúdo comercial divulgado pela empresa Dino e não é de responsabilidade do Terra

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade