PUBLICIDADE

Pesquisa indica que 81% das pessoas buscam a atividade física como proteção contra a Covid-19

Levantamento realizado pela Toluna aponta aumento da preocupação dos brasileiros em realizar exercícios físicos durante a pandemia

5 mai 2021 14h09
ver comentários
Publicidade

A pandemia aumentou a preocupação dos brasileiros quanto à prática de exercícios físicos. É o que aponta uma pesquisa da Toluna, empresa especializada em insights de mercado. Segundo o levantamento realizado em março, 79% dos entrevistados praticam algum tipo de atividade física no momento.

Foto: DINO / DINO

A atividade física mais praticada é a caminhada (70%), seguida por exercícios funcionais (40%), musculação (39%), corrida (35%), futebol (21%) e ciclismo (19%).

O levantamento também detectou que entre a parcela que começou a se exercitar nos últimos meses (42% da amostra pesquisada) 51% dos respondentes usam as atividades físicas como forma de relaxamento. E que 19% dos entrevistados passaram de sedentários a minimamente ativos por conta da pandemia. Outros 39% começaram a se exercitar pois perceberam que engordaram desde o início da pandemia.

A pesquisa também revelou que entre estes mesmos, 42% que iniciaram uma prática física na pandemia, 68% começaram a malhar ou intensificaram o que já faziam antes nos últimos 12 meses apenas por conta de uma maior preocupação com a saúde. Este movimento faz sentido, já que segundo diversos estudos (como o da Universidade de Oxford em parceria com a London School of Hygiene and Tropical Medicine) a obesidade agrava o quadro de Covid-19 e gera maiores chances de intubação.

Vários fatores aumentam o risco de pessoas com obesidade diante do novo Coronavírus. O excesso de peso tem grande relação com outras doenças metabólicas, como diabetes tipo 2 e hipertensão arterial, ambas muito frequentes entre pacientes com a forma mais grave de Covid-19.

Pela propagação destas e outras notícias que comprovam a importância do exercício para a saúde, 81% dos entrevistados revelaram sentir que a prática de atividades físicas pode proteger contra a Covid-19.

Questionados sobre onde costumavam se exercitar antes da pandemia, 46% dos respondentes apontaram a academia como local para sua prática de exercícios. Porém, após as regras de confinamento, 67% optaram por se exercitar em casa, enquanto outros 38% ainda escolhem as ruas para praticar atividades físicas. A volta para as academias parece ser um um plano mais a longo prazo, já que 76% dos entrevistados revelaram que só retornarão a estes estabelecimentos após serem vacinados.

A pesquisa também mostrou que o uso de máscaras para se exercitar está em alta entre os internautas: 82% utilizam o acessório durante a prática. Entre o percentual (18%) que não usa máscara, 39% revelaram que não utilizam a proteção pois não conseguem respirar direito enquanto se exercitam e outros 17% sentem que perdem em performance física quando estão de máscara.

Já quando perguntados sobre as marcas que mais estimulam as atividades físicas, os internautas citaram, na mesma medida, Nike e Adidas.

A pesquisa da Toluna foi realizada no dia 15 de março de 2021, com 854 pessoas (46% homens, 54% mulheres) das classes A, B e C, segundo critério de classificação de classes utilizado pela ABEP - Associação Brasileira de Empresas de Pesquisa, onde pessoas da classe C2 têm renda média domiciliar de R$ 4.500 por mês. Estudo feito com pessoas acima de 18 anos, de todas as regiões brasileiras, com 3 pontos percentuais de margem de erro e 95% de nível de confiança.



Website: https://tolunacorporate.com/?lang=pt-br

DINO Este é um conteúdo comercial divulgado pela empresa Dino e não é de responsabilidade do Terra
Publicidade
Publicidade