4 eventos ao vivo

Novo adoçante pode ajudar no controle da obesidade e na eliminação do açúcar

11 set 2020
10h49
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Atualmente, a obesidade é uma das doenças que mais ocasiona mortes em todo o mundo. Somente no Brasil, segundo pesquisas realizadas pelo G1, 61% das pessoas estão acima do peso. 

Foto: DINO / DINO

Além disso, essa doença, tida como uma das mais perigosas e controláveis ao redor do globo, tem como um forte vilão o uso desenfreado do açúcar, que estimula cada vez mais a sua utilização e provoca maior sensação de dependência.

Fato é que o açúcar, por mais que seja associado à obesidade, pode trazer diferentes transtornos para a saúde de maneira geral. Inclusive, um levantamento realizado pela UOL notícias, em janeiro deste ano, apurou que 135 mil mortes em 2019 foram ocasionadas pela diabetes, entre adultos na faixa de 20 a 79 anos.

Quando as pessoas pensam em um substituto para o açúcar, os adoçantes tradicionais são as primeiras opções da maioria desse público. 

Entretanto, eles também não são mais vistos como uma das melhores substituições, levando em consideração pesquisas que costumam supor o estímulo de doenças e efeitos colaterais a longo prazo.

Por isso, enxergando essa brecha em um mercado tão importante como o alimentício, a Chocolife lançou há pouco tempo uma linha exclusiva de adoçantes totalmente diferente do que o mercado tradicional espera. 

Neste caso, a fábrica de chocolates saudáveis espera contribuir para evitar o descontrole desenfreado da obesidade, entregando ao mercado uma solução inovadora e tão eficiente quanto o açúcar tradicional.

O Snew chega ao mercado com o propósito de substituir em proporções iguais, uma colher de açúcar, para uma colher de adoçante. 

Segundo a CEO da empresa, Virgínia Dias, o objetivo é que, através deste adoçante, as pessoas possam voltar a ganhar maior qualidade de vida.

"Não falamos apenas da obesidade, mas de todas as doenças que o açúcar prejudica de maneira direta, como a diabetes, por exemplo. Sabemos o quão dependente ele pode ser, e por isso, criamos uma alternativa diferente, em que o objetivo fosse igual ao açúcar, mas a qualidade de vida das pessoas, fosse muito superior", disse. 

Com uma fórmula pensada de maneira estratégica, o Snew conta com eritritol (único poliol que não causa efeitos laxativos), fibra prebiótica de baixa absorção e um blend exclusivo de estévias. Com essa fórmula inovadora, o produto ganhou o certificado FODMAP Friendly, que atesta a segurança do consumo para as pessoas que possuem síndrome do intestino irritável.

"O objetivo do Snew é devolver a saúde que, muitas vezes, é retirada através do açúcar. Com ele, por exemplo, pessoas que sofrem com a digestão de carboidratos fermentáveis conseguem ver uma melhora significativa, uma vez que Snew não causa desconforto abdominal e intestinal". 

Com um lançamento recente, o Snew pode ser encontrado no mercado tradicional, e no universo do food service, focado em empreendedores que contam com as soluções da empresa para venderem alimentos. 

"Acreditamos que esse é o futuro próximo. Por isso, o nosso público tradicional consegue utilizar o Snew para as receitas culinárias ou para adoçar bebidas, e a empreendedora do mundo saudável consegue encontrar uma substituição do açúcar à altura para continuar vendendo seus alimentos com muita saúde e sabor", comentou Virgínia. 

Além disso, o produto  não entra na lista de obrigatoriedade de registro por parte da Anvisa, por não fazer parte da lista de categoria de novos alimentos.

Os produtos podem ser encontrados no site oficial da Chocolife e através do atendimento personalizado da empresa. 



Website: http://www.chocolife.com.br

Veja também:

Segunda onda de covid-19 na Europa
DINO Este é um conteúdo comercial divulgado pela empresa Dino e não é de responsabilidade do Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade