PUBLICIDADE

Mercado de condomínios logísticos cresce no Brasil e atinge a marca de 1,4 milhão de m² construídos por ano

País já conta com mais de 600 galpões logísticos em todo o território nacional. Estado de São Paulo responde por mais da metade desse número

31 jan 2019 18h23
ver comentários
Publicidade

Dados compilados pela CBRE, uma das principais consultorias internacionais especializadas no mercado de condomínios logísticos, confirmam o potencial de negócios do setor: atualmente o Brasil conta com 1,4 milhão de m² construídos por ano, totalizando 625 galpões em todo o território nacional, um recorde na história deste segmento.

De acordo com o diretor industrial e logístico da entidade na América Latina, Fernando Terra, o atual cenário começou a ser construído anos atrás, quando o segmento teve início no Brasil. "De 2005 a 2010, foram 450 mil m² construídos por ano. De 2011 a 2013, com a chegada de grandes companhias internacionais ao País, esse número mais que dobrou, indo para aproximadamente 1 milhão de m². E de 2014 a 2018, mesmo em um período de recessão econômica, o avanço não parou, chegando aos atuais 1,4 milhão de m²", explica.

O principal protagonista neste aumento é o estado de São Paulo, que, sozinho, responde por mais de 50% desse total, concentrando cerca de 350 condomínios. "O estado de São Paulo é o maior mercado do País, não apenas para o segmento de galpões logísticos, mas para o setor industrial como um todo. Ao total, o Brasil possui 150 milhões de metros quadrados em plantas e unidades fabris, e somente em território paulista concentram-se 60% delas", acrescenta Terra.

DINO Este é um conteúdo comercial divulgado pela empresa Dino e não é de responsabilidade do Terra
Publicidade
Publicidade