0

Geração de energia solar cresce em casas e estabelecimentos comerciais

25 fev 2019
11h37
  • separator
  • comentários

A porcentagem ainda é baixa. A eletricidade proveniente dos raios do sol representa apenas 0,8% de todo o mercado brasileiro. No entanto, esse cenário deve mudar em pouco tempo. A demanda por geração de energia solar vem crescendo em ritmo acelerado, principalmente para residências e estabelecimentos comerciais.

Foto: Divulgação - Unsplash / DINO

Em 2018, a produção de energia solar teve crescimento histórico, foram 252MW de potência instalada. Sendo que a tendência é esse número aumentar ainda mais: espera-se um crescimento de 44% em 2019, de acordo com a afirmação do presidente da Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (Absolar), Rodrigo Sauaia, em entrevista à Reuters.

Com o aumento da demanda em casas e nos estabelecimentos comerciais, grandes nomes do setor ganham um novo mercado. Para Elcio Vicentin, Diretor Comercial da Solen Energia, o mercado de energia solar fotovoltaica é promissor no Brasil e deve ter um largo crescimento nos próximos anos.

Justamente devido a esse cenário, que a Solen Energia vem expandindo sua atuação e agora oferece kits de energia solar (painéis de energia fotovoltaica e todos os acessórios necessários para instalação), com a garantia e qualidade dos principais fabricantes mundiais.

"Enxergamos uma oportunidade de nos lançar no mercado do varejo. Temos o know how que adquirimos em grandes projetos e parceria com as os melhores distribuidoras fabricantes de painéis fotovoltaicas e inversores do mundo. Por isso, garantimos uma rápida entrega e qualidade", afirma Vicentin.

Para o consumidor instalar as soluções, no entanto, é necessário o auxílio de uma empresa de instalação. Vicentin explica que a Solen não pretende alçar voos nesse sentido: "Não faremos o papel da instaladora (integradora). Nosso objetivo é construir uma ampla rede de parceiros e fornecermos todo o material necessário para que atendam às regiões em que atuam. Vamos ser reconhecidos como grande distribuidor para estes integradores, sem perdermos nosso DNA de empresa de engenharia".

Incentivos e Conscientização

Países de todo o mundo têm criado incentivos para geração de energia solar em residências. No Brasil, não foi diferente. Existem ao menos sete incentivos governamentais para pessoas físicas produzirem energia limpa.

Um exemplo é o benefício oferecido pela Caixa Econômica Federal. Com a linha de crédito para construção do banco, é possível parcelar os equipamentos para instalação de energia solar em até 240 meses.

Outro incentivo é o ProGD, um programa do Ministério de Minas e Energia que visa a criação de linhas de crédito e formas de financiamento para instalação de energia limpa em residências, comércios e indústrias.

Os incentivos governamentais ajudaram a acelerar o crescimento da energia solar. No entanto, segundo Denise do Nascimento, gerente comercial da Solen Energia e ex-instaladora de painéis solares, existe um aumento na conscientização em relação à importância da sustentabilidade e ao papel da geração de energia limpa.

"As pessoas têm curiosidade sobre alternativas limpas e a expansão do mercado de energia solar está sendo natural", explica Denise.  

Mas não só isso. Segundo Vicentin, o aumento das contas de energia elétrica também impulsionaram o interesse pela instalação de painéis solares em casas e estabelecimentos comerciais. "É possível economizar até 95% da conta de energia elétrica em uma residência", afirma.



Website: http://www.solenenergia.com.br/

DINO Este é um conteúdo comercial divulgado pela empresa Dino e não é de responsabilidade do Terra
  • separator
  • comentários
publicidade