PUBLICIDADE

Cursos de inglês para advogados e hotelaria são apostas de franquia de idiomas

1 dez 2020 10h55
ver comentários
Publicidade

A busca por qualificações profissionais e melhorar o currículo fez com que o Brasil subisse seis posições no ranking EF EPI da edição 2020, o maior estudo global de proficiência em inglês, que é realizado pela empresa de educação EF Education First . Mais de 2 milhões de falantes de inglês não nativos foram avaliados em 100 países, dentre eles, 13 da África, 10 do Oriente Médio, 19 da América Latina, 24 da Ásia e 34 da Europa.
Dos países da América Latina, a Argentina é líder (alcançando a posição 25ª da classificação geral) e o Brasil em décimo (53ª na classificação geral), vindo atrás do Uruguai (51ª na classificação geral).

Foto: acervo / DINO


Percebendo a tendência pela busca de aperfeiçoamento na carreira, a rede de franquias Dank Idiomas presente em 14 cidades, incluindo duas delas no exterior, lançou 4 cursos voltados às areas de atuação como hotelaria e turismo, direito e negócios.
"Tivemos uma demanda significante por cursos de inglês para negócios" diz Mariza Gottdank, fundadora da marca "então elaboramos cursos de curta duração para alunos que não falam nada do idioma, alcançarem o mínimo de comunicação em situações do trabalho.

Os 4 cursos são : Inglês para advogados, Inglês para atendimento ao público, Inglês básico para o trabalho e Inglês para viajantes e têm duração de 10 a 48 horas.
Karlla Viana, franqueada de 3 unidades da marca em Goiás(Goiânia, Rio Verde e Catalão) diz que o diferencial da marca atraiu muitos interessados :
"Cursos específicos para certas áreas de trabalho, fazem com que o aluno possa ampliar o vocabulário na área de atuação desejada, sendo assim, mais assertivos. Além disso, qualquer curso que nos traz conhecimento, gera valor ao profissional também.

Com a diferença da realidade dos estados brasileiros, algumas unidades têm mais expectativa na abertura do turismo para o ano que vem: "Teresópolis e Petrópolis são duas cidades turísticas da região Serrana", conta Viviane Nogueira, proprietária das unidades nas cidades serranas, "a cada ano o número de turistas aumenta e com isso, a necessidade de atender bem também. Com isso o curso de inglês para turismo e hotelaria é bastante procurado e nossa expectativa é que em 2021 a demanda cresça ainda mais."

Mas não são só os profissionais de atendimento bilíngue, que buscam melhorar a comunicação com o cliente. Boa parte das pessoas que buscam cursos de idiomas para a carreira são para leitura de manuais ou contratos.
"Ser fluente em inglês abre portas para carreiras internacionais na área de direito", diz Rodrigo Soares, advogado e proprietário das unidades Dank Idiomas no Rio de Janeiro e Maricá."

Como os cursos podem ser feitos em caráter de aulas particulares, os alunos podem começar as aulas a qualquer momento, sem necessidade de esperar por uma turma.
"Trabalhamos com pequenos grupos mas as aulas podem ser iniciadas a qualquer momento com aulas particulares também, adaptando-se à agenda do aluno." diz Gottdank.
A empresa também oferece gratuitamente um teste de colocação em seu website, caso os alunos queiram testar seu real nível de inglês.

Ainda de acordo com a pesquisa do British Council e Instituto de pesquisa Data Popoluar , apenas 5% da população do país falam a língua inglesa, sendo 1% deles fluente.

De acordo com os dados, 91% consideram o idioma como a principal língua dos negócios, antes sendo considerado como um diferencial na contratação, hoje o inglês passa a ser quase uma obrigatoriedade nos departamentos de RH. 



Website: http://www.dankidiomas.com.br

DINO Este é um conteúdo comercial divulgado pela empresa Dino e não é de responsabilidade do Terra
Publicidade
Publicidade