0

A influência da gestão positiva no bem-estar e desempenho dos colaboradores

Especialistas alertam sobre a importância de uma boa gestão empresarial para a saúde dos colaboradores

18 jan 2021
09h28
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Mesmo com os avanços tecnológicos e o atual cenário de grandes transformações digitais no mundo dos negócios, o corpo de colaboradores ainda é a engrenagem fundamental que permite a boa performance das organizações. 

Foto: Divulgação / DINO

Nas últimas décadas, a humanidade tem usado muito mais a mente do que a força física para trabalhar. Dessa forma, uma vez que antigamente as lesões físicas eram corriqueiras no ambiente de trabalho, hoje as doenças psíquicas, como a síndrome de Burnout, são cada vez mais frequentes na vida das pessoas.

O Burnout é uma síndrome que se manifesta pelo excesso de trabalho ou estresse dentro do ambiente laboral. Ela pode aparecer quando, por sentirem-se pressionadas, as pessoas assumem altas cargas de trabalho para superar as expectativas das empresas. De acordo com uma pesquisa realizada pela International Stress Management Association (Isma), 30% dos mais de 100 milhões de trabalhadores brasileiros sofrem com essa doença.

Um bate-papo sobre prevenção ao Burnout, ou síndrome do esgotamento profissional, entre José Paulo Pereira Silva, CEO e fundador do Grupo Ideal Trends, e Izabella Camargo, jornalista e autora do livro "Dá Um Tempo!: como encontrar limite em um mundo sem limites", alertou sobre a importância da saúde dos trabalhadores e o quanto ela impacta diretamente na produtividade e nos resultados de uma empresa. 

Conforme Izabella, saber reconhecer os limites do próprio corpo é uma forma de prevenção de doenças. "O corpo fala e nós precisamos ouvir o que ele está dizendo, pois é através do autoconhecimento que conseguimos reconhecer as nossas forças e delimitarmos nossas fraquezas. Por vivermos em uma sociedade que busca resultados, todos nós queremos ser produtivos e performar. Porém, algumas empresas pedem resultados sobre-humanos e se não reconhecermos os nossos limites, entraremos em uma cilada gerando grandes impactos físicos e emocionais no nosso corpo", afirma.

O papel das empresas além das normas trabalhistas

Entendendo que o bem-estar impacta diretamente na produtividade da equipe e nos resultados da empresa, a felicidade no trabalho passou a ser uma prioridade das empresas que cultivam uma boa gestão. Estudos na área de Recursos Humanos concluíram que aqueles colaboradores que estão satisfeitos com o trabalho que desempenham e com a empresa que fazem parte são, em média, 10% mais produtivos em relação àqueles que não estão.

"As áreas de Recursos Humanos hoje, além de se preocuparem com as suas questões legais de trabalho, devem acompanhar as novidades do mercado para diagnosticar os desafios e as barreiras dos seus próprios colaboradores", diz José Paulo.

Nesse sentido, José Paulo também ressalta que as companhias que não valorizam o capital humano e deixam de investir na saúde de seus colaboradores estão colocando em risco seu próprio sucesso. "As pessoas são os maiores ativos de uma empresa e nem todos os gestores se atentam a essa questão. O bem-estar dos colaboradores é, muitas vezes, o primeiro passo para catalisar bons resultados".

Outra pesquisa, publicada pela Harvard Business Review em 2014, realizada com aproximadamente 4,2 mil profissionais brasileiros, apontou que a principal motivação no trabalho é ter um propósito e, para aproximadamente 73% desses trabalhadores, a satisfação diária com o seu trabalho é um dos componentes fundamentais da definição pessoal de sucesso. O estudo também apresentou três principais motivos de felicidade para os trabalhadores: orgulho de sua empresa, tratamento de igualdade, respeito e valorização profissional. Ou seja, os apontamentos estão embasados na importância das relações no trabalho.

E foi com essa perspectiva de gestão positiva que José Paulo construiu no grupo empresarial que lidera, Ideal Trends, princípios de gestão vividos na prática pelos colaboradores, além de uma cultura sólida e eficaz. "Os princípios de gestão são estratégias empregadas por empresas para desenvolver seu capital humano. As ações são exercidas desde a atração dos melhores profissionais possíveis e incluem seu desenvolvimento, retenção e motivação para desempenhar suas funções. No Grupo Ideal Trends, alguns dos princípios são: sonhar grande, meritocracia, incentivar o crescimento dentro do grupo através da formação de líderes e ser íntegro. Estar próximo dos seus colaboradores, buscar entender o propósito de cada um e direcionar atividades de maneira correta são atitudes que cultivam um ambiente de trabalho feliz, produtivo e satisfatório para todos", afirma.

José Paulo Pereira Silva, CEO do Grupo Ideal Trends, é um dos maiores empresários no ramo da tecnologia na América Latina. Empreendedor serial e mentor de negócios, José Paulo já formou mais de uma centena de líderes, deu oportunidade a mais de uma dezena de sócios e, por meio de seus direcionamentos, transforma diariamente pessoas simples e dedicadas em empresários de grandes resultados.

O Grupo Ideal Trends é composto por 25 empresas e projetos ligados à indústria, gestão de negócios, saúde e bem-estar e oferece as melhores tecnologias online que podem transformar empresas em referências em segmentos que atuam. 

Redes Sociais:

Instagram: https://www.instagram.com/josepaulogit/ 

YouTube: https://www.youtube.com/c/Jos%C3%A9PauloGIT/ 

Website: https://josepaulogit.com



Website: https://josepaulogit.com

Veja também:

Curto-circuito provoca princípio de incêndio em hospital
DINO Este é um conteúdo comercial divulgado pela empresa Dino e não é de responsabilidade do Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade