PUBLICIDADE

Coluna: cartão vermelho para o racismo e a homofobia nos estádios do RS

O projeto, de autoria da deputada estadual Luciana Genro, e que agora vira lei, estabelece um protocolo para a interrupção de partidas esportivas no estado em casos de racismo e homofobia nos estádios

9 jul 2024 - 19h26
Compartilhar
Exibir comentários

O Rio Grande do Sul marca um golaço com a sanção, pelo governador Eduardo Leite, da Lei Vini Jr. O projeto, de autoria da deputada estadual Luciana Genro, e que agora vira lei, estabelece um protocolo para a interrupção de partidas esportivas no estado em casos de racismo e homofobia nos estádios.

Foto: Reprodução/Twitter/Real Madrid / Porto Alegre 24 horas

Infelizmente, o racismo e a homofobia avançam pelo mundo, a reboque do radicalismo e da intolerância. Mas enfrenta uma forte e justa reação. Recentemente, na Espanha, houve condenações de torcedores por ataques racistas a Vini Jr., fato que deu nome à lei agora em vigor no Estado.

Verdade que os racistas seguirão tendo preconceito. Mas estarão cientes de que poderão ser ainda mais punidos caso o manifestem. E nos estádios, provocarão incômodas interrupções, que certamente contarão com a desaprovação dos demais torcedores.

É preciso combater o preconceito em todos os lugares e esferas. Nunca é demais lembrar que racismo é crime e ainda assim alguns insistem em sua prática.

Porto Alegre 24 horas
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade